Sobre Esperar

“Abraão, esperando contra a esperança, creu (…) E, sem enfraquecer na fé, embora levasse em conta o seu próprio corpo amortecido (…) não duvidou, por incredulidade, da promessa de Deus; mas pela fé, se fortaleceu, dando glória a Deus, estando plenamente convicto de que Ele era poderoso para cumprir o que prometera. (…) isso lhe foi também imputado para justiça” Romanos, 4:18 a 22

Após olhar uma “porção da minha vida”, e ouvir algumas palavras de certas pessoas a respeito, pedi a Deus que me desse uma palavra e Ele me deu esses versos da Bíblia que se encontram no livro de Romanos.

É um capítulo muito interessante no Novo Testamento que conta a trajetória dos heróis da fé, e em uma certa altura do texto, podemos ver falar sobre Abraão: a partir dessa leitura, pude refletir um pouco mais sobre esse assunto e eis aqui o que foi ministrado ao meu coração. Através desses versos pude pensar um pouco mais sobre confiança, período de espera, um pouco mais sobre saber que cada pessoa tem uma jornada e propósitos diferentes umas das outras.

Mais uma oportunidade para aprender que quando colocamos algo nas mãos de Deus mediante a fé em Jesus Cristo e confiança, o tempo é um mero detalhe, porque, se estamos dentro da vontade dEle — bem como aquilo que desejamos, podemos descansar nEle.

Abraão era um homem de 100 anos, fiel a sua esposa Sara, cujo maior sonho era ter um filho. Isso não foi possível até então, pois Sara era estéril. Abraão chamou a atenção de Deus por seu caráter e fidelidade. Abraão disse ao Senhor “Eis-me-aqui”, saiu de sua terra abandonando os deuses, crendo plenamente na provisão divina. Enfrentou lutas, separou-se de seus entes mais queridos, venceu etapas… recebeu sua promessa, seu amado filho Isaque, que era uma bênção! Tempos mais tarde, Deus lhe pediu esse filho e Abraão não o negou, pois tinha convicção, que mesmo sacrificando esse filho, Deus era poderoso e fiel o suficiente para trazê-lo de volta das cinzas! Uma grande demonstração de fé, não é à toa que ele é o “Pai da Fé, pai de muitas nações”.

Não importam as palavras que são semeadas para desencorajar, muito menos importa o que as pessoas pensam, comparam, julgam. Abraão era um homem de 100 anos e pôde segurar em seus braços, Isaque, fruto do seu amor com Sara, promessa de Deus!

O que seria impossível para mim aos 29, 30, 35…? Pois é. Abraão tomou por verdadeira aquela promessa e não desistiu. Houve um tropeço no meio do caminho? Sim, infelizmente houve. Mas até esse fator serviu para que o mesmo visse a fidelidade do Senhor em vida. Serviu para mostrar que quando Deus nos promete algo, isso deve ser guardado, cultivado, e não devemos dar ouvidos aos que não receberam a mesma revelação. É uma caminhada de relacionamento e construção. É preparar-se até que a hora chegue.

Crer contra as probabilidades humanas e achismos coletivos é algo bem desafiador, mas não é impossível 💡

Meus amigos leitores, se vocês creem e estão inseridos nessa caminhada de fé e confiança, saiba que essas atitudes lhe serão imputadas para justiça, e a vontade de Deus que é soberana se cumprirá. ❤️🙏🏽

Teria muito mais para se falar né? Sei que ainda estou gerando muitas sementes boas dentro de mim a partir dessa meditação. Espero que vocês tenham gostado, fiquem à vontade para comentar, contar para mim sua impressão sobre o texto, contar suas experiências… opiniões a respeito e compartilhar essa mensagem com quem você ama. Até a próxima ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s