O que a gente perde?

Depois que acaba a histeria, o silêncio nos ensurdece em nossa solidão.

Nesse momento nos sobrevêm as ondas, os flashbacks dentro da nossa cabeça nos fazem sentir uma e mais outra vez, o que vivemos na pele.

Acaba a histeria, e nos ocorre tudo o que poderia ter sido diferente. O que poderia ter sido feito, o que poderia ter sido falado… pensamos, “poderia ter aceito”, “poderia ter discordado”, “poderia ter me posicionado melhor”… Mil teorias, nada na prática.

O que a gente realmente perde?

Quando acaba a histeria, vemos as cartas postas na mesa, o que nos foi apresentado e o que apresentamos, sobretudo, pensamos no que apostamos. “Deveria ter guardado mais” ou “deveria ter arriscado mais” — analisado mais…

O que a gente realmente perde?

O que você realmente perde?

O que você perdeu realmente?

O que eu perdi?

À Luz

Esse é um texto completamente fora da programação, palavras que digitei minutos atrás e que é totalmente passível de edições futuras — para inserção de complementos.

Mas, se tem uma palavra que está constantemente em pauta, e que pode ser considerada como “a do momento” também, é a palavra…

Polarização

que nos termos políticos da nossa sociedade, significa “concentração em extremos opostos”. O cenário que vemos ultimamente, mostra-se complicado e angustiante. Tudo isso, em meio a uma pandemia de Covid-19, além de um impacto negativo gigantesco na economia. O povo infelizmente sofre e assiste em agonia, essas quebras de relações, exposição de comportamentos imorais e ineficiência em servir à população, nas áreas mais necessitadas como a saúde, por exemplo.

As esferas políticas estão divididas, machucadas! Chocam-se o tempo inteiro!

Hoje eu quero te convidar a sair desse extremo, seja ele qual for. A crise também se instala em meio a esse tipo de confusão, de gritaria, de extremismo.

Partidos e políticos não são times de futebol. Você acha que essa autoridade em questão foi um “escolhido por Deus”? Pois bem, Saul foi escolhido por Deus, pecou e errou feio até ser substituído por Davi, que também teve seus erros e foi repreendido — no final, ele teve suas perdas e consequências (se recuperando no final, graças a Deus houve redenção). Acontece! O ser humano infelizmente tem dessas!

Apoiou muito alguém por seus ideais? É válido! Porém, vale mesmo por a mão no fogo? Estar às cegas? Quando alguém mostra, demonstra que não foi digno da sua aposta, do seu voto de confiança, não pode haver uma alienação, uma manipulação da verdade!

Chega de formarmos ídolos políticos! Eles não devem estar acima do povo, jamais! 

Eu te convido a ver as coisas com mais clareza, sair dos extremos, não no sentido de abrir mão de princípios básicos, ou de negociação com coisas duvidosas e que possam manchar seu caráter, sua fé.

Mas, te convido a reavaliar o processo até aqui. Confrontar suas atitudes e colaboração para esse momento, confrontar a extrema polarização que tem tomado conta das pessoas aí afora, que não tolera um “a” além do seu próprio.

Chegou a hora de recomeçar, à luz de muitas coisas. Acredito que esse momento nos pede isso mais do que nunca.

margarida-assinatura

Cura ou Doença?

“… certos tipos de militância adoecem. Geram mais feridas do que cura.”

Pois é, hoje em dia é difícil permanecer em redes sociais, seja ela qual for. A cada dia que passa, mais as pessoas se sentem confortáveis em expressar a qualquer custo, suas opiniões.

➭ Leia também, texto “Opiniões…”

Verdade, vivemos em um país livre, com liberdade de expressão e não sou eu quem vai ditar as regras do que você deve ou não, postar em suas redes, muito menos dizer qual postura ou quais formas de etiqueta devem ser adotadas, porém, fica aqui a reflexão.

Militância é uma palavra da moda. Temos vários segmentos, muitas causas nobres até, causas importantes, e temos também aqueles casos que não agregam em nada — pelo contrário, só disseminam ódio gratuito e causam dissensões! Ofensas gravíssimas e muita desinformação.

Repito, vale a reflexão. De repente, aquilo que você investe tanto o seu fôlego de vida, pode estar gerando mais dor do que cura. É algo que está te deixando mal, e isso é muito ruim!

Cada um tem sua própria realidade, tem sua própria cabeça, e formar opinião é válido, afinal somos seres humanos racionais!

Então se utilize disso, sua racionalidade! É importante debater, dialogar? Conhecer o pensamento alheio? Conhecer a jornada daquela história até aqui para entender melhor o que passamos hoje? Claro! Óbvio que sim!

Mas peço que você saiba se retirar, quando o tópico tem sido mais tóxico do que saudável. Saiba se retirar quando a coisa tem sido mais danosa para o seu coração, do que favorável.

Se essa causa não te faz crescer mais, se seus irmãos estão sofrendo com isso, se o tom tem sido agressivo demais, se tem te feito perder o sono, a postura… Procure uma nova forma de se expressar. Procure aprender, estudar mais sobre o tema, não custa nada!

Lembre-se também, que a mudança de uma pessoa, parte apenas dela. Ninguém consegue mudar ninguém, as ideias não podem ser “enfiadas” na cabeça do outro por mais se que intente fazer isso — apenas não dá! Pessoas mudam de opinião ou de lado, quando elas querem! Pessoas mudam seus “viés”, quando elas mesmas se convencem, e isso pode acontecer? Pode! Como também, pode não acontecer jamais, e em algum momento, você precisará aceitar e precisará ficar bem com isso por mais difícil que seja!

➭ Leia também, texto “Opinião Alheia”

Saia com classe de debates acalorados demais… bah, se eu contasse pra vocês o quanto eu já me estressei na vida por causa dessas coisas, só o Pai. 😂 Como eu já falei aqui pra vocês, nunca fugi de um debate, aliás apesar de tímida, sempre gostei de comentar sobre os meus assuntos favoritos e defendê-los, mas graças a Deus, na maioria dos casos em que as coisas poderiam ter ficado feias, eu soube sair ☺️

Mas é isso gente. Essa frase me inspirou muito, dá pra destrinchar e falar sobre muito mais ainda, mas acredito que já tenha passado a ideia central. ❤️

Se está em suas mãos fazer desse momento que vivemos algo mais leve, apesar de tudo, faça isso possível. ✨

Não se esqueça de orar pela nação, de pedir proteção e sabedoria para lidar com tudo isso.

margarida desenho-Transp

Olá Primavera! #4

“No que depender de mim, estenderei a graça…”

blog-senhorita-deise-ola-primavera-4-2

Olá meus queridos leitores, como vocês estão?

Pois é, faz tempo desde que estive aqui postando algo para vocês, passamos da marca de um mês, não é mesmo? Mas estou aqui, para a publicação anual de Primavera, a estação mais maravilhosa e linda do ano! Quero compartilhar hoje e deixar registrado, algumas reflexões que marcaram os meus dias, durante essas semanas através de experiências, e que fizeram toda diferença na hora de agir, repensar, de zerar e recomeçar com novas atitudes.

Graça — dom sobrenatural de Deus, no qual alcançamos a Salvação eterna, favor concedido aos homens. Restauração, participação na vida divina. Recuperação dos laços, do relacionamento com o Pai, através do sincero arrependimento e aceitação do Senhor Jesus. Benevolência, estima, boa vontade. Elegância e beleza das formas. Porte. Graça, é o que podemos receber e sermos gratos ao reconhecer ao nosso redor essa dádiva.

No que depender de nós, devemos estender a graça.

O que isso significa exatamente?

Reafirmo que na vida vivemos diversas situações diariamente. Apesar de termos uma rotina a seguir, horários marcados, encontros com as mesmas pessoas nos locais de sempre, as coisas são imprevisíveis, e têm alterações em seus cursos. Vemos pessoas novas no percurso, o clima muda, um mínimo detalhe pode fazer daquele dia, daquela semana, daquele mês, algo completamente diferente, fazemos escolhas, somos exemplo, seguimos exemplos, guardamos e liberamos sentimentos à medida que a vida segue, à medida que as coisas acontecem, e é nesse curso que devemos sempre estender a graça.

Devemos entender que o caráter de Deus é imutável, Ele é o mesmo ontem, hoje e o será para sempre. A misericórdia dEle se renova a cada dia, mas que o seu caráter fiel e justo, vêm sempre primeiro. Somos perdoados, porque nossa natureza, nosso modo de viver, de enxergar e agir, não modificam a natureza benigna de Deus. Ele é fiel à Sua Palavra, e ela nunca volta vazia.

A bondade do Pai é maior do que as atrocidades e erros humanos. Por mais que tudo pareça estar de cabeça para baixo, por mais que as coisas pareçam feias e sem solução, nEle existe um lugar de paz, compreensão e compaixão. Existe uma saída, nós podemos ser melhores, podemos ser pessoas diferentes, seres humanos que não seguem essa inclinação.

blog-senhorita-deise-ola-primavera-4-3

A natureza de Deus é diferente da nossa natureza

Deus não irá odiar alguém porque você odeia essa pessoa. Não fará mal a ninguém, por mais que esse seja o desejo secreto do seu coração. Sabe, eu sempre penso que se Deus me visse e me rotulasse com a impressão de um dia mau, o que seria de mim? Então, por que fazer isso com o outro? Por que julgar alguém por todo tempo, por esse motivo?

Então, no que depender de mim, estenderei a graça. A mesma graça que eu recebo todos os dias, a mesma oportunidade, a mesma chance que tenho perante Ele. Nunca existiu diferença entre pecados, somos nós que o categorizamos, mas na verdade mesmo, Deus os vê da mesma maneira, e sendo qual for, eles são a única coisa que podem nos separar definitivamente dEle, se não dermos um jeito de nos consertar e não viver neles.

blog-senhorita-deise-ola-primavera-4-4

Vou procurar não dar ouvidos ao meu coração egoísta. Amarei porque Deus ama, confiarei em Deus, pois sei que se minha vida estiver nas mãos dEle não há porque temer.

Nessa estação, convido você a estender a graça para o seu próximo. Pensar em como você pode contribuir para que essa pessoa seja mais leve. Pensar em como você pode relevar e não guardar em seu coração, sentimentos ruins. Pensar em como a cruz foi por todos nós, e não para um seleto grupo, não apenas para A, B ou C — não somos perfeitos, não somos merecedores, mas quando aprendemos a estender a graça, aprendemos o quanto devemos depender dela, vemos o quanto não podemos viver sem essa dádiva.

Nessas mais de 600 palavras, espero ter tocado em você, ou pelo menos ter feito algum sentido. Talvez eu ainda volte aqui para fazer algum ajuste, algum acréscimo de ideia, até porque, como eu disse tudo muda, as inspirações vêm… enfim, imagine como o mundo poderia ser melhor, se milhares de pessoas decidissem quebrar as correntes e fazer diferente.

Um grande beijo, deixe seu comentário, sua opinião e compartilhe com quem você ama! Não abandonei o blog, hein? Tem mais textos e conteúdo novo chegando em breve! Orem por mim, torçam para que coisas boas aconteçam, pois tenho muitos desafios pela frente, desafios que preciso vencer haha. Obrigada pelo apoio, só de ter tido esse clique, seus olhos lendo essas frases, significa muuuuuuuuuuuuito pra mim!

Até a próxima, e seja bem-vinda Primavera! VAMOS FLORIR!

Agradeço a inspiração e orientação @marialuquet! Que Deus te abençoe grandemente!

margarida desenho-Transp

Sem Pressa

Para isso eu não posso ter pressa.

É impressionante quando colocamos a nossa racionalidade à frente de todas as nossas emoções: passamos a enxergar o que de fato é importante, e como isso se encaixa no conceito de vida, suas fases, sua construção e andamento.

Para isso, eu não posso ter pressa.

Não posso escolher qualquer um.

Não posso ansiar com tudo que sou, com tudo que tenho, algo que não vai me servir apenas por ter pressa.

Eu só posso ser feliz por quem fez boas escolhas, soube esperar e chegou nesse estágio da vida. Enquanto a minha hora, ela está reservada.

A minha hora vai chegar naturalmente, sem dores.

Ansiedade realmente mata.

Mata as boas raízes, mata o presente, mata o futuro, e tira a esperança.

Aprendi, definitivamente que para isso eu não posso ter pressa. Por mais que o relógio esteja contra mim. Por mais que a pressão exterior cresça. Por mais que todos estejam chegando lá antes de mim. Por mais que eu pareça estar sem opções.

Para isso eu não posso ter pressa.

margarida desenho-Transp

The Taste

“Though evil is sweet in his mouth and he hides it under his tongue, though he cannot bear to let it go and lets it linger in his mouth, yet his food will turn sour in his stomach; it will become the venom of serpents within him.” — Job 20:12, 13 and 14

First post of 2019, and in it, an important message.

For many, impunity “rolls loose,” and justice seems to be delayed. For many, the wicked are those who get along, and the more they commit evil, the more they are enjoying life. Many think that by hiding from human eyes, they are free from accountability.

But I have become aware that I am not alone! Wherever I go, no matter where I am, there are two spiritual forces looking at me. And in this scenario, there is yet another factor that can draw me to one side, and move away from another: my flesh, which shelters my human nature and my will.

And in what context does it all come in?

blog-senhorita-deise-the-taste

Let’s take a simple and straightforward example: the moment an individual steals, he feels “powerful.” He has in his hands a large amount of money that gives him possibilities to acquire what he could not buy before.

He makes the first acquisition. He flaunts. But the first time, despite bringing him satisfaction, is not enough and he repeats the act. At first it pays off, after all, he was not discovered, and it brought pleasure, like when we have a meal.

Imagine this sensation is similar to eating a beautiful, hearty plate of food. The taste is incomparable, delicious, sweet as honey. But then, over time, comes the heartburn, or worse: a major food poisoning that causes devastating problems, leaving the whole body prostrated, losing energy, vitamins, compromising health, and bringing risks.

The taste in the mouth becomes extremely bitter – and this is the point at which the individual mentioned in the situation illustrated above is discovered, and all that “he has” is taken away from him. Here comes the shame, the consequences, the weight, the gall.

Illusions built upon illusions. A large sand castle that melts with the least contact of water. Nothing over nothing, and it only brings pain and emptiness. This is the effect of sin: at first, it brings satisfaction. Evil does not show itself as it really is. It shows up like something attractive, flashy, like a great treat.

(…) yet his food will turn sour in his stomach – and, that’s the key phrase of the verse. Maybe, you know someone who does something wrong, who apparently lives a good phase. But please know that all of this, sooner or later, will bring sad consequences. Perhaps this person is you, feeling invincible, thinking that you are on another level, that you will never be discovered, that “it’s nothing”. You, who still do not know how to overcome your own weaknesses, know that your soul is disputed every day. Know that sinning constantly without repentance separates you from God and in my opinion that is the worst of all.

Staying with a sore, heavy conscience is not worth it. Another trap that comes with this is the accusations, which make you feel unworthy of forgiveness and a vicious cycle that this mistake can bring.

So, my friends, when evil offers you a banquet, refuse it immediately.

I assure you that “the taste of the food” that God gives you is worth more. You’d better wait on Him, than despair and “get your feet in your hands.” There are sensations that are fleeting, like taste in the mouth. Mom always says that after we feel the taste in our tongues… it’s gone. So it is better to eat something healthy that will bring benefits later, than an apparent good taste, which will do extremely badly afterwards.

I hope I have succeeded in putting this reflection here. For this year, I intend to be with my communion with God, always on high and always remember that to build with Him is always better than giving in to the temptations that seem good choices, but that only bring pain and become torment.

My dear readers, may we in 2019, know how to make the best choices for our SOULS!

Happy New Year!

@blogsenhoritadeise ♡ @blogsrtadeise ♡ @senhoritadeise

13529233_995550140561227_8832940018143587676_n