A beleza da natureza #5

Processed with VSCO with c1 preset

Sim, meus amados leitores do futuro, vos escrevo essa postagem, ainda vivendo em meio a pandemia da Covid-19 — mais conhecido como coronavírus. Esse mês de julho, marcou a minha volta ao trabalho presencial, ou seja, após três meses de quarentena, sem quase sair para nada no mundo exterior , eu passei a integrar a minha antiga rotina, com muita gratidão.

Processed with VSCO with c1 preset

Confesso que para mim, muitas coisas tem um peso de valor, pois vejo os cenários e personagens da vida com um pouco mais de “romance” por ser uma poetiza nata, e foi emocionante ver antigos rostos com aquele toque de nostalgia. Foi estranhamente bom. Foi como ter dado um play. Foi como ter visitado a minha antiga eu… um misto de sensações mesmo…

Processed with VSCO with c3 preset

Vocês estão vendo aqui, alguns registros que fiz de flores no meu caminho. Flores que me aquecem, que me inspiram, que enchem os meus olhos de beleza e pureza. 

Processed with VSCO with c2 preset

There is literally nothing in nature that blooms all year long. Don’t expect yourself to do so either.

Processed with VSCO with c3 preset

Essa frase acima, foi muito forte pra mim, num bom sentido, pois diz o seguinte “Não há literalmente nada na natureza que floresça o ano todo. Não espere que você faça isso também” — e as coisas são exatamente assim: há tempo para tudo. Há tempo de viver nossos outonos e invernos, até a chegada da Primavera… até chegar o momento de florescer de novo.

Processed with VSCO with c1 preset

Ainda estamos vivendo tempos extremamente difíceis sim, mas a nossa Primavera, logo chegará.

margarida desenho-Transp

Sim, esse blog continuará existindo…

Foi bom…

me propus a postar todos os dias, aqui no blog, durante essa “quarentena-férias”, e consegui! Essa é a 30ª postagem consecutiva aqui, algo que nunca havia acontecido, nem mesmo antes nas edições do famosíssimo BEDA

Enfim, estou satisfeita em ter cumprido com a minha meta, satisfeita em ter postado bons conteúdos, inclusive textos (dos mais pessoais e profundos, as mais sinceras indicações), após um grande hiato por aqui, e num período tão “conturbado” quanto este em que estamos vivendo.

Alguma coisa a gente aprende. De alguma forma, de tudo isso, a gente sairá diferente.

Uma vez, eu vi uma pessoa falando sobre o quanto queremos ver o futuro (após esse acontecimento da pandemia, ficou mais intenso ainda esse sentimento)! O quanto o ser humano tem tentado saber o que vai acontecer, cheio de projeções, números e estimativas — dos casos mais trágicos aos mais positivistas.

O futuro nunca foi tão aguardado, tão temido por muitos, não é mesmo?
O fato é que agora, eu quero morar um pouco no meu presente, sem pensar muito no que vai acontecer lá na frente.

Viver cada dia, de maneira mais desacelerada. Respirando bem fundo, refletindo… fazendo o que eu puder fazer.

Hoje eu quero apenas te pedir que você ouça mais a Deus! Ouça o que Ele tem a te dizer hoje, e procure seguir Seu conselho. Procure cuidar de quem você ama, e procure se cuidar.

Procure cuidar do seu presente, do que você faz agora, porquê o que acontece no agora, ecoa no seu futuro. De alguma forma vejo que não precisamos nos preocupar tanto, tanto e tanto, pelo futuro… pois ele ainda não aconteceu, e de alguma maneira, nós ainda podemos mudar peças, encaixes, ainda podemos fortalecer nossas estruturas… ainda podemos construir algo para o nosso futuro, por mais incerto e confuso que ele pareça.

Hoje eu oro para que os seres humanos escutem mais a Deus. Escute, nem que seja por um momento.

Hoje, peça “Deus eu quero te ouvir, eu preciso te ouvir” e deixe Ele falar. ❤️

Esse blog continuará existindo, em breve ele terá algo a dizer, em breve, venho contar coisas novas sobre mim. Em breve!

Até a próxima querido leitor, você que investe seu tempo vindo aqui ler as palavras que eu digito, que saíram do meu coração, de alguma experiência minha… e acabou gostando, se identificando… agradeço seu carinho, me sinto abençoada por ter isso! Um clique, vale muito pra mim, vale além do que as minhas palavras podem alcançar agora.

Um grande beijo dessa blogueira de alma e em puro aprendizado, Senhorita Deise 🌼

margarida desenho-Transp

Sim, esse blog ainda existe!

Foto de quando eu fui ao mercado, ainda no início da pandemia no Brasil. Vários produtos estavam esgotados, e as filas cheias. Clientes com semblantes preocupados e carrinhos cheios. Distantes um do outro, e preocupados…

O mundo parece estar de cabeça para baixo né?

Vocês que leem essa postagem, em Abril de 2020, sabem que estamos vivendo em meio a uma pandemia de Covid-19 — que significa Corona Virus Disease 2019 — um vírus que inicialmente surgiu na Ásia em dezembro/2019 e infelizmente matou muitas pessoas se espalhando pelo mundo com o passar das semanas… o novo Corona vírus causa gripe, atacando primeiramente a garganta, evoluindo para sintomas de febre, diarréia, tosse, espirros podendo levar à morte em seu estágio mais grave, onde acaba atingindo os pulmões, culminando em insuficiência respiratória.

O grande problema é que ainda não temos uma cura para isso, além do isolamento social… pois é! Sem remédios ou vacinas que possam nos proteger, nossas ações para conter o vírus está na alta higiene, e em evitar o máximo possível, o contato com outras pessoas, principalmente os mais idosos (maiores vítimas da pandemia) e pessoas com casos de doenças crônicas como diabetes, hipertensão ou qualquer doença pré existente.

Isso tem causado grandes debates entre as autoridades, pois o Corona é altamente contagioso! Em pouco tempo, milhares e milhares de pessoas se infectaram… o sistema de saúde está se sobrecarregando… nossa, a economia do país então… numa situação de grande alerta. O caos. Eu mesma, me encontro em período de quarentena. Fecharam-se os shoppings e os comércios. Nas ruas, apenas aqueles que desempenham “funções essenciais”. Confesso que estou vivendo e vendo situações que nunca pensei que veria! Nunca imaginei mesmo.

Sei que um dia, o que vivemos hoje, irá passar. Nos restarão as consequências claro, mas para quem tem fé e crê, a gente levanta e segue. Mas essa postagem aqui, é para dizer a vocês, meus leitores e amigos fiéis, que o blog está de volta. Nesses últimos dias, tenho tido mais tempo e mais inspirações para escrever. Há alguns meses, expliquei aqui que esse espaço foi mudando e evoluindo comigo, e isso inclui o tipo de conteúdo, o espaço entre uma publicação e outra, e detalhes que vocês irão notar.

Uma frase que as pessoas têm compartilhado muito em meio ao desespero e agonia dos fatos, é que “quarentena não é férias”, porém no meu caso, é sim pois por planos de Deus, ano passado acabei decidindo que nessa época, eu teria férias — imagine então, Deisinha cheia de planos 😭😂 todos cancelados! Mas sou grata a Deus por tudo mesmo, pois só eu sei o quanto isso me foi útil agora.

Mas enfim, a vocês meus amados, desejo força e muita fé para encarar essa realidade. Verdade, a campanha do “#fiqueemcasa”, pode beneficiar mesmo a todos, porém com um sacrifício maior de uma parcela da população, mas vamos obedecer na serenidade de Cristo, enquanto uma nova solução não se apresenta. Temos muitos desdobramentos dentro de um mesmo tema, mas desejo-lhes o melhor, estamos todos juntos nessa e vamos vencer SIM! Vamos nos cuidar.

Informo-lhes que completei recentemente mais um ano de blog, 🥳🥳🥳👏🏽👏🏽🥳 e passei das 50 mil visualizações! O B R I G A D A!

Sim, esse blog ainda existe, e ele veio prestar um bom serviço a quem quiser lê-lo 💛

Um beijo da Deise, e até a próxima!

margarida desenho-Transp

 

Três Anos!

 

blog-senhorita-deise-tres-anos
Primeira ilustração minha feita em 2015 por @schockverknallt

“I guess I’m a dreamer… my heart is gold”

Acredito que não tem algo que me defina mais. Sempre fui sonhadora, sempre gostei dos lugares que a minha imaginação pôde me levar. Na infância a criação sempre foi um escape — fui uma criança tímida, por muitas vezes de poucas palavras, por isso escrever significava muito pra mim, pois através dos meus diários, histórias, poemas e canções, eu colocava pra fora tudo que eu precisava colocar, demonstrava o que não conseguia, era um estilo de vida, um exercício do meu dom, um exercício de liberdade, a execução no papel daquilo que a minha mente produzia juntamente com os meus sentimentos, opiniões e experiências.

(🇺🇸) I do not think there’s anything that defines me more. I’ve always been a dreamer, always liked the places that my imagination took me in. In my childhood, creation was an escape – I was a child of few words, ‘cause I was too shy to comunicate with other people, so I made a new attempt through my journals, stories, poems and songs. To create is a lifestyle to me, an exercise of my gift, an exercise in freedom, an execution of my thoughts, as well as feelings, opinions and experiences.

Este blog é apenas mais uma extensão de tudo isso, e eu fico extremamente feliz por ele ainda continuar no ar, por ainda existir inspirando pessoas diferentes ao redor do mundo. Como disse anteriormente, se tudo isso houvesse tocado pelo menos uma pessoa, já teria valido a pena.

(🇺🇸) This blog is just another extension of everything, and I’m great happy that it still exists inspiring people around the world. As I said earlier, if all this had touched at least one person, it would have been worth it.

Na vida, muitas coisas são passageiras. Para muitos, os blogs como o meu, de textos “quilométricos”, já não são tão valorosos ou importantes quanto eram no passado. Agora estamos na era dos vídeos e de conteúdos diferenciados, que eu não julgo, acho sinceramente que são interessantes e, de fato, contribuem no cotidiano e na forma de relacionamento das pessoas que os consumem — claro, quando são bons haha.

(🇺🇸) In life, many things are ephemeral. For many, blogs like mine, filled with long texts, are no longer as important as they were in the past. Now we’re watching videos and a bunch of new types of content, which I do not think it’s a bad thing. I think they can really be interesting and, in fact, contribute in people’s everyday life and in the forms of relationship of who consume these things – of course, when they are good lol.

Mas, ainda sou desse tipo old school que gosta de conversar com os leitores nos comentários, saber o que eles gostam e querem saber, e expressar de maneira autobiográfica a visão de mundo nos textos digitados em vários parágrafos.

(🇺🇸) But I’m still that old school blogger who likes to talk to the readers in the comments, to know what they’re looking for and want to autobiographically express a worldview in the texts typed in several paragraphs.

E eu só tenho a agradecer por ainda ter a oportunidade de fazer isso. Por ter quase 40 mil visualizações. Agradeço por ter pessoas que vêm com um sorriso me contar que leram tal texto e gostaram. Por ver a surpresa nos olhos de “recém-conhecidos” ao saber que sou blogueira. Sou grata em ainda ser chamada de Senhorita Deise por causa das redes sociais — uma forma carinhosa que amigos meus tinham de me chamar, anos atrás e, que acabou virando um marco na minha vida.

(🇺🇸) And I have been thankful for still having an opportunity to do this. For having almost 40 thousand views. I thank the people who come with a smile to tell me that they read such text and liked it. Thankful for seeing the surprise in the eyes of new people I meet when they find out that I am a blogger. I am grateful to still be called Miss Deise because of social networking – a kindly way my friends called me years ago, which turned out to be a milestone in my life.

Sigo prestigiando o trabalho de colegas minhas e encorajando pessoas a ter um meio de comunicação como esse. Sim, faço isso porque é uma forma de manter a singularidade. A originalidade de ter o seu próprio canto! Não que você faça isso apenas almejando ser uma grande personalidade da mídia, se estressando no meio do caos dos bloqueios criativos, se cobrando demais, com vergonha quando alguém denigre ou diminui o ofício, mas sim, se divertindo, desabafando e crescendo ao longo do processo.

(🇺🇸) I continue to take pride in working together with other bloggers, sharing content and encouraging people to have such way of communication. Yes, it is a way of maintaining a singularity. An originality of your own style! It is not that you are going to be a worldwide known blogger, but it’s a chance to create your own thing, to have your own space, to have fun growing throughout the process.

Três anos de muito amor, de muita vontade e evolução! Três anos me ajudando como pessoa, e podendo fazer isso com outros seres humanos, tanto aqui no Brasil como em outros países. Três anos compartilhando o que há de bom, fazendo você se divertir e se apaixonar.

(🇺🇸) Three years of great love, desire and evolution! Three years, helping myself and other people, here in Brazil and in several countries. Three years sharing what’s good, making you have fun and fall in love.

Obrigada meu querido leitor, você faz isso ser ainda mais importante para essa sonhadora aqui!

(🇺🇸) Thank you my dear reader, you’re making it even more important for this dreamer right here!

Feliz 3º aniversário #BlogSenhoritaDeise, vida longa!

Continuem torcendo por mim!

(🇺🇸) Happy 3rd birthday #BlogSenhoritaDeise, long life!

Keep cheering for me!

13529233_995550140561227_8832940018143587676_n