The Other Side Of Pain

blog-senhorita-deise-the-other-side-of-pain

“Remember to let your pain evolve you. Do not let it destroy you.” – Bibi Bourelly

Let it mold you into a better person.

We often forget about this “side of pain”. Most of the times, this pain you’re going through, must be a sign. A sign that you should’ve let go of things, people, habits and more that don’t add up in your life anymore – don’t ignore these signs. The results aren’t positive, but you still can get up and use this “mistake” in your favor. Let it mold you, let it be your motivation to keep AWAY from your heart and mind, feelings like pride, hate, sorrow, cling to the past, toxic relationships…

If we pay more attention, anything in our lives can turn into a lesson or a blessing if we choose to. You may not see it now, but everything will make sense later if you decide to see the other side, yes the other side of pain.

The side that can teach. The side that can open your eyes to things you didn’t see or understand before. The side that can make you realize who’s being real to you, or not. The side that can make you fight for what you really deserve, for your rights, for what you want.

In life, I’m sure you met at least one person who changed her/his quest, their journey after going through something bad in life. They chose the other side, the side of faith and perseverence. The side that didn’t allow them to become prisioners of feelings and circunstances.

“Please, don’t give up on yourselves and understand that even through darkness, there is a light in you that’s waiting to be switched on.” – Bibi Bourelly

And here’s the most important, trust God, He wants to help you. During these moments, let Him heal you, keep a close relationship with Him. After all, the victory will be yours if you have faith.

And if you went through something that is a huge weight on your shoulders, something that you can’t go through alone, pray to God, talk to someone. Share your problems, your feelings, your burdens.  There’s a solution for you, and we care.

God is there for you, I’m here for you, if you need. Don’t let this pain stop your life, don’t let this pain keep you from your brighter future. Don’t let it steal your happiness – there’s always another side and you can experience this freedom.

I really felt inspired while typing this. Feel free to leave your comment, tell me what you think, tell me your experience. What else can be added here? What else fit this subject? Let me know, I need your feedback. I hope it helped you, and if this post is good in your opinion, please, share it! Let’s spread good messages, messages that inspire hope!

Thank you for being here! God bless you, hope you come back soon!

@senhoritadeise ♡ @blogsrtadeise ♡ @blogsenhoritadeise

Read: About Progression ✗ React With Love ✗ Accept Your Past

margarida desenho-Transp

Olhar Além

eye_of_galaxy_by_klarem-d99l5nn
Arte por Clarae

Olhar: mirar, fitar. Observar atentamente, examinar, sondar. Avaliar, considerar. Prestar atenção, ponderar. Tomar conta, cuidar de. Reputar, julgar. Estar voltado para. Ação de olhar. Aspecto dos olhos, modo de olhar. Forma de interpretar.

Além: da parte de lá, para o lado de lá, acolá. Mais à frente, mais adiante. Em lugar longe ou bem longe. Para fora; afora. – Alguns significados fornecidos pelo Google.

Desde pequeno, a essência natural do ser humano, é se deixar guiar por aquilo que se vê, se deixar guiar por aquilo que é palpável – naturalmente, desejamos caminhar, desejamos conquistar cada vez mais a independência, a capacidade de escolher, de saber para onde estamos indo, enfim, para podermos exercitar funções práticas da vida.

Sendo assim, ao longo dos anos, fica cada vez mais difícil o desprendimento daquilo que nossos olhos veem. Infelizmente, começamos a depender das situações “visíveis”, nos tornamos meros reféns de situações, parece não ter jeito, a “luz no fim do túnel” não aparece, pensamos que vai sempre ser assim, pensamos ter chegado no fim.

Nos apoiamos em questões materiais, em pessoas (ídolos, dependemos de aprovação constante, modismos, não conseguimos avançar sem pedir conselhos, nos importamos demais com o que falam, pensam e etc) sentimentos, momentos… sim, nossa visão terrena, atrapalha demais.

Quem se apega apenas a esse tipo de visão, fica limitado. Essa pessoa tem apenas a experiência da “matéria finita”. 

Mas, quando se conhece a Deus – de maneira sincera e verdadeira, você se desliga de tudo isso, e passa a entender que caminhar com Ele é diferente. Você precisa olhar além, você precisa enxergar as coisas com o olhar do céu – olhamos da perspectiva de cima para baixo, do céu para a Terra e não o contrário!

Enxergamos além daquilo que é temporário, valorizamos o que realmente importa, baseamos nossas vidas, atitudes, objetivos, relacionamentos e tudo mais que precisarmos, na fé. Isso mesmo, a fé, a certeza que nos une a Jesus, e essa união – esse elo forte, nos justifica diante do Pai, nos torna mais fortes, confiantes e preparados – dependentes de Deus.

Olhar além, significa ver grandes oportunidades de antemão. É ter discernimento, saber o que nos serve ou não. É saber que tudo passa – momentos bons e ruins. É perdoar. Conseguir visualizar os próprios erros e corrigi-los. Você conhece o seu valor, e respeita o próximo, o compreende melhor porque você sabe que ele também o possui.

Olhar além, é possuir a capacidade de decidir com a razão, possuir clareza, saber onde se quer chegar.

Olhar além é ser guiado por Deus! 🙏🏽

Diga-me, vale a pena olhar além do que os olhos veem?

Clique e ouça, “To Know You” de Casting Crowns.

margarida desenho-Transp

Opiniões, opiniões, opiniões

Inevitável. Se você lida com redes sociais, uma hora ou outra você irá dar de cara com alguém que ama divergir e dar aquela opinião (mesmo quando não foi pedida). Sabe, aquele momento bem desagradável em que ou você escreve um textão, ou lê um textão? Pois é, hoje eu quero muito conversar sobre isso com vocês!

kaboompics.com_Closeup of Apple Macbook keyboard

Sim, meus amigos, as redes sociais não são apenas uma vitrine de fotos, memes engraçados, informações que vêm do mundo inteiro a cada minuto, desabafos pessoais ou uma simples “rede de amigos reais/virtuais” – elas também servem como um grande campo de batalha.

Cada um tem sua opinião e a sua forma de enxergar a vida.

6+3=9 mas o mesmo acontece com o 5+4=9. O jeito que você faz as coisas, nem sempre é a única forma de fazer isso. Respeite a maneira de pensar das outras pessoas.

Eu gosto de pessoas que têm opinião própria, e mais do que isso, amo aquelas que sabem respeitar a opinião dos outros. Não sei se vocês conseguem perceber isso, mas sempre que acontece alguma discussão na mídia, acontecimentos de grande destaque, uma nova moda ou simples desafios de usar ou não maquiagem, várias pessoas resolvem escrever textos gigantes nas redes sociais dizendo o quanto aquilo é errado, ou o quanto aquilo é certo. Bem, todos temos o direito de nos expressar, mas até onde vai esse direito? Será que vale a pena constranger alguém que não compartilha o mesmo ponto de vista que você? Será que vale a pena ofender a pessoa?

Não tenho nada contra debates, no colégio eu nunca fugi de um, e eu até gostava desse tipo de dinâmica na sala de aula. Isso acrescentava no conteúdo apresentado pelo professor, e algumas vezes, eu tive que reconsiderar e isso foi bom! Ninguém é o “dono da verdade”. Mas se tinha uma coisa que me deixava realmente chateada, era quando algum colega meu começava a ofender, a baixar o nível gritando, e a discussão se estendia por horas, incluindo até assuntos pessoais que não tinham nada a ver.

Saiba que:
1. Você não vai conseguir mudar NINGUÉM no grito.
2. Arrogância cega, te impede de criar novos relacionamentos e de ampliar o seu conhecimento.
3. Se os outros fazem, você não precisa fazer igual. Sabe essa história de “modinha”? Se você não gosta, não entre na brincadeira – simples assim!
4. Construa a sua própria identidade: se alguém criticou aquilo ou falou super bem de uma outra coisa, PENSE. Pense, e tire a sua própria conclusão. Não se torne marionete.
5. Um pensamento mal colocado, pode te trazer consequências não muito agradáveis.
6. Não seja influenciável.

Sabedoria é a palavra. Seja sábio, seja persuasivo! Quer fazer alguém acreditar na sua ideia? Faça isso de forma educada, sabendo se comunicar. Tenha um argumento que seja válido, e que não precise ferir o próximo. Os seres humanos estão ficando extremamente críticos, e isso vem trazendo a frieza e o afastamento. É uma raridade ver alguém expressar um pensamento com sutileza.

Todos têm o direito de expressar sua opinião, desde que ela seja solicitada. Vemos pessoas afoitas, com uma necessidade urgente de sair falando tudo o que pensa quando ninguém está pedindo. Que coisa feia! É por isso que surgem tantas inimizades e desgastes. Existe um ditado popular que quem fala o que quer ouve o que não quer, e isso é a mais pura realidade! Por mais que você esteja com pessoas que lhe deem liberdade, use-a com responsabilidade e entendimento. Há momentos em que eu até poderia dar uma opinião, mas prefiro me abster. Penso que não é porque somos amigos que podemos dizer e entrar em tudo, senão corremos o risco de nos tornarmos inconvenientes. – Núbia Siqueira

Saiba também que:
1. Nem tudo que vem a sua mente deve ser dito.
2. Nem sempre precisamos atender a todas as brigas que nos convidam a participar.
3. Nem sempre precisamos nos defender ou nos explicar.
4. Liberdade de expressão não é bagunça.
5. Não se deve falar sobre um assunto que você não domina, ou ainda não entende completamente.
6. Rótulos e julgamentos não te levam a lugar algum.

Eu amo ter um blog, porque nele, eu posso escrever o que eu quiser, quando eu quiser e como eu quiser. Mas faço isso, sem agredir ninguém e sabendo que se alguém não gostar do que foi escrito aqui, essa pessoa poderá se manifestar, que eu não irei censurá-la por isso. A mensagem que eu quero passar aqui é: respeite a maneira de pensar do seu próximo.

“Que a sua opinião seja pautada em realidades sólidas e conhecidas profundamente de quem enxerga o mundo pelos seus próprios olhos e não pela miopia de alguns olhos alheios.” – Núbia Siqueira

É importante conversar, tentar entender, ou querer que o outro compartilhe do mesmo pensamento – uma possível tentativa de trazer aquela pessoa para “o seu lado”. Sim, é excelente debater de uma forma sadia – quando acontece assim, não há problema algum! Acredito que o ser humano amplia sua visão, adquire mais sabedoria quando decide tentar, quando decide expor o que pensa.

Só tenha cuidado! Não permita a entrada da ignorância, intolerância, orgulho. Não entre no jogo de ofensas, quebra de amizades e aborrecimentos que duram dias, semanas, meses, anos! Cuidado com a forma que você reage, realmente, nem todos irão concordar, aceitar, ou enxergar da forma como você vê. Evite discussões acaloradas, viu que está começando a sair do controle? Acabe por aí mesmo.

Persuasão, paciência, respeito e compreensão. Saber a hora de falar, ouvir o outro lado – chaves indispensáveis para dialogar, argumentar e crescer!

Vamos lá, convido você leitor, a participar comigo! O que mais você acrescentaria aqui? Ou, no que você concorda? No que você discorda? Como você é num debate? Tem alguma experiência, testemunho, exemplo para contar? Enfim, fique à vontade! Esse espaço é livre!

Beijos!

       @SenhoritaDeise | @blogsrtadeise | @blogsenhoritadeise.

margarida desenho-Transp

Accept Your Past

neglected_by_ericadalmaso-d6kuoy6
Art by Erica Dal Maso.

First of all, it’s time.

Be ready to create a new identity. It’s not right to keep blaming yourself for something that is gone – something you cannot change. You can’t live there anymore, so why would you still feel like you could create a different scenario?

To be in this situation can only stop you from living your present, and keep you from creating a different future.

There’s only one thing you can do with your past: to learn. You’re here because of your past right? Right, it brought you here, but don’t be a hostage of your own feelingsspecially those that are autodestructive.

Don’t feel bad about it, don’t carry that weight on your shoulder – be NOW who you want to be, and don’t be afraid.

Instead of doubt, have faith. God will provide what you need, a promising future. Learn to forgive others and yourself. Accept who you are, you don’t need people’s approval, don’t live for that! Move on, you don’t owe them anything.

And remember, God loves you, and the most important: He doesn’t judge you, He just wants to help you.

Text inspired in “Project Rahab’s Inner Healing Course:  Accepting Your Past (2017)”, originally in Portuguese. 

margarida desenho-Transp

Conversão

conversao-blog-senhorita-deise

Olá!

O texto de hoje, não foi feito por mim. Na verdade, o que vocês acompanharão aqui, é uma fragmentação de uma conversa muito importante que eu participei em um grupo, meses atrás. Todas nós tivemos a oportunidade de expor nossa opinião, e claro, comentar o que achamos do que foi dito, acrescentarmos ideias e concepções, até chegarmos a uma conclusão, ou pelo menos sair dali com um entendimento mais amplo sobre o assunto.

Era um tema meio complexo – no sentido de que toca muita gente e ao mesmo tempo, levanta algumas questões pessoais, mas em meio a tudo isso, eu encontrei um comentário que me chamou a atenção de uma forma que eu tive que guardar aquilo, e até pedi permissão a pessoa para publicar aqui, porque o que ela disse se encaixa perfeitamente em situações que encaramos diariamente, define o que devemos ser, como devemos entender o processo.

Quero agradecer quem começou o assunto e a todas que enriqueceram a conversa com suas experiências e comentários. Cada pessoa que participou, saiba que você contribuiu para algo muito importante ♡

Vamos lá, leia comigo o que ela disse:

“Sobre isso, penso da seguinte maneira: Independente de nossas crenças, ideologias, conceitos… Quando nos propomos à mudança, precisamos estar cientes de que não existe mudança repentina. Ninguém muda do dia para a noite.

O que acontece, na verdade, é a iniciação de uma mudança. É como se estivéssemos dizendo ao nosso interior e às pessoas a nossa volta: “Resolvi mudar. Minha mudança começa agora”. Mas é importante lembrar que: ela começa agora, e segue adiante. Uma única mudança, pode perdurar por muitos anos. Desse mesmo modo, funciona com a conversão. A propósito, a própria definição da palavra, já diz muito sobre este processo. Converter-se é o mesmo que mudar a direção, alterar o sentido. Ou seja: você muda a sua direção para um novo percurso. Uma nova caminhada. Caminhada. Passo a passo.

O processo de conectar-se a Deus verdadeiramente, é bastante progressivo. Justamente por isso, acredito piamente que o converter-se, é na verdade, a iniciação de um processo profundo e intenso de auto-conhecimento. Processo qual você observa que há um Deus habitando dentro de você. Processo qual você absorve, o que Ele faz ecoar dentro do seu ser. Processo qual você é tão preenchido, que transborda, e contagia pessoas a sua volta. Não com palavras, mas com atitudes. Bem, essa é a minha percepção resumida, sobre tudo isso.”

Esse lindo comentário foi feito pela Thaís Lira, redatora, colunista e autora do blog Ponto da Lira. Muito obrigada pela sua colaboração, obrigada por essas palavras tão lindas. Realmente é um comentário impactante, completo e bem feito sobre um processo essencial na vida de um ser humano. Obrigada mesmo por me deixar publicar aqui, a sua opinião, seu pensamento.

E você, o que achou? Eu quero conhecer a sua opinião. Se você já vivenciou isso, como você pode definir a conversão? Se você não teve ainda essa experiência, gostaria de ter? Você conhece alguém que mudou dessa forma? Enfim, são muitas as perguntas pertinentes ao assunto, fale nos comentários o que você acha que se encaixa aqui 🙂 conte sua experiência, o que você pensa, participe!

Beijos com carinho para todos!

@blogsrtadeise ♡ @blogsenhoritadeise

margarida desenho-Transp

React With Love

tumblr_oc77rhuljo1rwf2zto1_1280
Source: taken by Alexander ✗ Tumblr ✗ Instagram.

This week I found an interesting post on Instagram – right now, I think it’s my favorite social network, so I like to spend time there, looking for new profiles, seeing my friends and family posts, and it’s a way to feel closer to my favorite artist.

Navigating there, someone reposted a picture with the text below, and I share the same thought. This is exactly what God expect from us as human beings, as people who love His Word and as believers of His Justice that never fails.

Read it with me, and please, let me know what you think!

“When people betray your trust, allow them.

But never, ever sink to their level.

Their choices are a direct reflection of who they are, not who you are.

No matter how angry, hurt, or disappointed you may be – do not allow them to make you bitter.

Be better. React with love.

Sometimes that means retaliating with understanding and compassion; other times it means retaliating with acceptance and sheer silence.

Whatever it is, make sure it benefits you as a human being instead of lowering you into a position which you would rather not be in.

Normal people don’t go around destroying other human beings.

Only those who are hurt, lost, and confused cause pain.

Don’t be one of them.

Just take the lessons and move on gracefully.” – Unknown author

There’s also a quote by my favorite artist, that says a lot about how we should feel when something or somebody tries to bring us down:

“Change the world, don’t let the world change you.” – Chris Brown

It’s in our hands to make the world we live in, a better place. Don’t hold grudges, let the past go, let the hurt go. Pray for your enemies, and focus on yourself. Trust God, He knows what’s best for you, and He’ll put the right people in your life. Always react with love! You’ll be rewarded, the blessings will come!

Thank you for being here, hope you come back real soon! If you liked it, don’t forget to share this blog with somebody you love. If you wanna check it out on IG, here’s the link.

Don’t forget to follow me on instagram: @senhoritadeise ✗ my e-mail is blogsenhoritadeise@gmail.com let’s talk 🙂

God bless you always!