Benignidade

(…) convertei-vos ao Senhor vosso Deus; porque Ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal. — Joel 2:13

A natureza humana costuma reagir mal, e de maneira rápida, as ações hostis que sofre, a partir de outros seres humanos. Alguns constantemente xingam, brigam, demonstram que não gostaram de tal coisa, situação, opinião, e existem também aqueles casos mais perigosos — os que guardam esses tipos de sentimento no coração.

blog-senhorita-deise-benignidade
Fazendo a minha caminhada diária para o trabalho, encontrei essa bela forma de arte. Gotas de chuva, flores, folhas, tronco, espinhos. Pensando bem, essa foto se encaixa perfeitamente com o tema apresentado hoje né? 🙂 Ainda bem que escolhi parar para registrar essa imagem, mesmo na correria. 

Vocês devem saber o que acontece quando qualquer tipo de lixo fica acumulado: o primeiro passo é cheirar mal, depois, é apodrecer, aparecem parasitas dos piores e por aí vai… o que você acha que vai acontecer com você, se existir qualquer traço de mágoa, rancor, ódio?

Sim, somos todos humanos, completamente falhos, ninguém está livre de ferir alguém, ou de ser ferido, mas a escolha de como enxergar “esse problema”, faz toda a diferença na vida.

Perdão, é uma palavra pequena, uma palavra linda e grande em seu significado, mas muitas vezes difícil de ser dita ou praticada.

Volto a dizer, que os dias atuais estão cheios de gatilhos, que provocam essas ocorrências: alguém que te destrata, que te despreza, que te humilha. Alguém que se demonstra ser ingrato, incoerente, irresponsável… alguém que de alguma forma, seja em pequenos ou grandes incidentes, te fazem ficar extremamente chateado, com vontade de sair esbravejando por aí, chorando, ou querendo devolver na mesma moeda.

Mas veja só, que forte é esse versículo que abre esse texto: se a nossa natureza é falha, a natureza de Deus é benigna.

E, o que quer dizer ser benigno?

Ser benigno é ser piedoso, compreensivo, misericordioso. Deus é perfeito, e Ele é bom. Deus é tardio em irar-se, talvez, essa seja a parte que falou mais alto comigo, e que acabou originando esse texto. Tem gente que se perde por tanta bobagem! Imagine, se todos os motoristas que levam uma “fechada no trânsito”, fossem tardios em irar-se, wow que beleza seria o tráfego né? Como tudo seria mais harmonioso, mais leve!

Ser gentil não é ser fraco, muito menos ser bobo! Ser educado, dar chances, não significa que você está perdendo… tudo depende da sua ótica para as circunstâncias. Imagine agora, se Deus agisse com você, da mesma maneira que você age quando se desentende com alguém, de quando se decepciona, imagine!

Conte até dez, respire fundo. Tente compreender qual é “a raiz” daquela pessoa, qual tipo de sofrimento ela está passando, qual é a sua carga nos ombros… tudo passa, não seja você a pessoa que vai proferir palavras amargas que serão difíceis de serem engolidas depois.

Ser tardio em irar-se, é imitar uma característica de Deus. E, sabe, não há nada melhor do que entregar tudo nas mãos do Pai! Não há melhor defensor que Ele, isso eu garanto!

Ser diferente vale a pena, creia nisso. Também vale a pena saber escolher suas batalhas, vale a pena lembrar que é dando que se recebe, que é mais saudável manter-se flexível nos relacionamentos, que a palavra branda desvia o furor, e que nem todos os casos são grandes casos, nem tudo precisa ser levado tão a sério, tão “a ferro e fogo”. Faça como a canção de FrozenLet It Go. Seja mais como Deus, lembre-se das vezes em que você foi tratado com amor ❤ releve, retarde a vontade de revidar, de ficar abatido, retarde a criação de feridas na alma, não se precipite.

E, se mesmo assim, você escolher se irar, irai-vos e não pequeis! O sol se foi? Não deixe que isso passe para o outro dia! Não vá dormir brigado. Não leve essa indignação consigo. Perdoe, e se perdoe também! Essas atitudes, geram relacionamentos mais felizes em todas as esferas, geram milagres!

Faz sentido isso que eu disse gente? Faz né? Vamos refletir nesse versículo? O que mais vocês conseguem extrair dele? O quão profundo é, para você, essa natureza benigna? O que atos como esse, poderiam interferir no nosso cotidiano? Fale sobre isso, escreva, pratique. Me conte o que achou, compartilhe com os amigos… só de saber que ao menos, uma pessoa leu, eu fico feliz! Quer acrescentar, criticar, opinar, sinta-se livre para comentar. 

Beijos da Senhorita Deise!

Volte sempre

margarida desenho-Transp

Anúncios

Como o Orvalho

blog-senhorita-deise-como-o-orvalho
São pequenas gotas de chuva, em uma flor perto de um letreiro de farmácia. Voltando pra casa, parei no meio da garoa, para registrá-la, e saiu essa obra de arte 🙂 @senhoritadeise

“… as minhas palavras caíam sobre eles como o orvalho.” — Jó 29:22

Essa frase que você acabou de ler na abertura deste texto, é uma fala de Jó. Neste capítulo, ele faz uma reflexão sobre o seu “primeiro estado feliz”, sobre quando o Todo-Poderoso caminhava ao seu lado.

Hoje, sabemos o motivo pelo qual Jó enfrentou tantas lutas, sabemos também, que Deus nunca deixou de amá-lo, e seu exemplo é ainda admirado pela nossa geração.

Fiquei feliz por ter tido a oportunidade de ler esses versículos, e espero transmitir com fidelidade, a mensagem que o Senhor trouxe à mim, nessa meditação. Procurei diversas maneiras de escrever esses parágrafos, e com certeza, essa publicada aqui, é a versão final — e desejo que, verdadeiramente, você leitor, consiga entender o ponto que quero atingir.

“Os que me ouviam esperavam o meu conselho e guardavam silêncio para ouvi-lo.” — Jó 29:21

O orvalho

Singelo. Puro. Necessário. Sim, necessário, assim como tudo criado por Deus. Essas pequenas gotinhas são formações espetaculares, estão lá, refrescando as folhas das plantas e flores, antes que o calor do Sol as toque.

Assim devem ser as palavras de um representante de Deus na vida de alguém. Existem bilhões de pessoas no mundo, e muitas delas, têm desertos particulares, suas almas estão secas, já não lhes restam nada, nem o mínimo de confiança ou apreço no seu próximo.

As pessoas ao redor de Jó, estavam sedentas, precisavam de ensino, de um parecer de um prudente, e ele era visto assim. Jó tinha o respeito do mais velho, ao mais novo. Dos mais instruídos, até aqueles que eram pobres e desconhecidos.

“Eu me cobria de justiça, e esta me servia de veste; como manto e turbante era a minha equidade. Eu me fazia de olhos para o cego e de pés para o coxo.” — Jó 29:14 e 15

A pessoa de Deus, ilumina. Por onde ela vai, ela carrega consigo a leveza, a suavidade que vem do Alto. Mostra consideração na hora de emitir suas opiniões, condições, conceitos. Quem a ouve, tem curiosidade, deseja conhecer mais o porquê do seu comportamento diferenciado. A cada dia, a cada passo, ela demonstra o que Deus fez por ela… é como um testemunho vivo, a própria bênção — eu realmente amo essa expressão, por traduzir exatamente o que quero dizer.

“Sorria-me para eles quando não tinham confiança; e a luz do meu rosto não desprezavam.” — Jó 29:24

Você já teve o prazer de estar na companhia de alguém assim? Ou de ser essa companhia? Não temos vontade de ir embora né? Queremos estar perto, queremos cuidar da amizade, preservamos como uma bela plantinha.

O orvalho foi um presente de Deus para o Seu povo. Então, creio, que nós somos presentes na vida dos cativos, na vida daqueles que precisam ter suas vendas retiradas, na vida dos que não conseguem mais se levantar, que perderam o brilho no olhar, que mal conseguem comunicar o que sentem, por estarem sem esperança.

Em resumo, o orvalho é como a palavra de Deus deve ser transmitida àqueles que ainda não tem compreensão da verdade. Vem aos poucos. Vem com respeito. Vem acabando com a seca e trazendo refrigério. Vem suave.

Desejo ser como Jó. Que as pessoas saibam da minha fé, e me vejam como ele era visto. Nem sempre serei respeitada por isso, eu sei, até porque quem é luz não tem comunhão com as trevas, nem está isento de perseguições… quem é inimigo do mundo, é amigo de Deus, e por consequência, acaba sendo odiado por alguns.

Mas que essas situações sejam mínimas… e, que sejam revertidas. Que através de um bom testemunho, elas sejam alcançadas, tocadas.

Que eu seja esperada como a chuva de primavera, e que eu tenha o imenso prazer de conhecer outras pessoas com o mesmo objetivo.

Ei você aí, do outro lado da telinha, o que é ser cristão para você? Como o cristão deve ser visto ou recebido pelas pessoas de fora? O que você achou desse texto? Qual é a sua concepção sobre o orvalho, a vida de Jó, e da vida dos cristãos atuais? Fale mais, dê sua opinião, escreva de um jeito que talvez eu não tenha conseguido captar, enxergar, enfim, quero a sua participação, seja comentando, compartilhando, opinando com familiares, amigos… praticando… conto com você aí ❤ e ah, como agradeço o clique no link!!!!!

“… e o orvalho ficará durante a noite sobre os meus ramos; a minha honra se renovará em mim…” — Jó 29:19

Um grande abraço com todo meu carinho ❤

margarida desenho-Transp

 

 

A Paz

A paz neste mundo parece ser inatingível.

Mas, a paz que o Senhor Jesus te prometeu, não se parece em nada com o que é oferecido, mostrado “lá fora”.

blog-senhorita-deise-a-paz
Essa árvore simplesmente me encanta. Floresceu e esbanja beleza. Ah, como queria saber o nome dessas belas flores! As fotografei no caminho do trabalho 🙂 Para ver mais, basta seguir @senhoritadeise.

Não há nada melhor do que ter paz, você concorda? Paz interior, que excede todo entendimento. Por mais que procurem motivos e não achem, você TEM paz.

Pessoas sem esperança, acreditam que não se pode possuir algo como isso. Acham que na perdição dos dias atuais, não há como experimentar algo tão sublime por tanto tempo. Mas, olha só o que eu tenho para mostrar hoje, palavras que deram fruto à minha meditação:

Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.
João 14:27

Vejam só o significado desse versículo, há tanto poder, tanta revelação em uma só frase, tanto amor, tanto zelo! Jesus nos dá, e não pretende nos tirar, como o mundo faz, não é algo passageiro, momentâneo. Só Ele nos abriga desse jeito! Só Ele nos diz “não se preocupe”, “não temas”, e cumpre essa proteção.

Você deixaria um presente tão valioso ser roubado? Ser perdido? Uma vez que lhe foi garantido, vale a pena soltar? Pois é… não deixe que nada roube o que Jesus lhe deu. Que seus pés não tropecem, que seus olhos não vacilem, muito menos se deixe enganar por seu coração.

Guarde e usufrua da paz que Jesus morreu e ressuscitou para te dar.

Confie.

   margarida-assinatura

 

Que me poderá fazer o homem?

Processed with VSCO with c3 preset

“O Senhor está comigo; não temerei. Que me poderá fazer o homem?” — Salmos 118:6

Esse é um dos meus versículos favoritos. Intrépido, palavras ditas por alguém imbuído de certeza.

Que me poderá fazer o homem?

Deus disse, NÃO TEMAS. Não tenha medo do futuro, não tenha medo do mal, não tema o homem. Deus disse, NÃO TE ESPANTES. Não se assuste com as más notícias, com as fofocas, com pessoas que te ameaçam, te olham feio, não se preocupe com as que têm preconceito, ou te desprezam.

Deus disse, EU SOU CONTIGO. Teu amigo, que te fortalece e te ajuda. Aquele que te sustenta, que envergonha e confunde quem se diz ser seu inimigo. Que reduz a nada as demandas contra ti… se esse Deus tão GRANDE está a seu favor, o que te poderá fazer um homem? O que te poderá fazer um exército?

O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?
Quando os malvados, meus adversários e meus inimigos, se chegaram contra mim, para comerem as minhas carnes, tropeçaram e caíram.
Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria; ainda que a guerra se levantasse contra mim, nisto confiaria.

Salmos 27:1-3

Um verdadeiro cristão anda seguro. Anda com os passos guiados pelo Pai. Não se preocupa em agradar os outros para ter retorno, para ter proteção ou predileção. Não se preocupa em acumular funções para aparecer, ou se camuflar — o famoso “se mostrar para mostrar.”

Tão somente creia

Como sabemos que existem casos e casos, vou citar mais um que pode se encaixar nesse tema. Se você está sofrendo algum tipo de perseguição, algum tipo de injustiça, pressão, acusações… se você se sente com medo de perder, medo de ser prejudicado, se apoie em Deus. CREIA SOMENTE. Deus é justo, e Ele não tira os olhos de você! Ele se importa, sabe o tempo de cada coisa, sabe o que te servirá para evoluir, o que você pode aprender para depois ensinar… confie que você irá vencer essa situação.

Não se magoe, não se entristeça, não desanime, não inveje o perverso, não tente praticar justiça com as próprias mãos. Se o Senhor é o seu Deus, Ele andará contigo, Poderoso para te salvar, cuidar de você, te colocar em outro lugar, sarar suas feridas, te livrar do seu passado.

Não tenha medo.

Gostaria que você me contasse sua experiência ao ler esse versículo. Conte-me, o que essas palavras te dizem? O que mais você acrescentaria a esse texto? Quer contar alguma experiência, quer desabafar? A parte dos comentários é toda sua 🙂 fique à vontade, será um prazer saber o que você aí, do outro lado da telinha, pensa, sente… e, claro, será um prazer te responder também!

Deus, obrigada pela Sua infinita Graça e Misericórdia.

Obrigada por me proteger e ser meu Escudo.

Beijos da Senhorita Deise.

margarida-assinatura

 

 

O Confronto

blog-senhorita-deise-o-confronto

Imundícia é uma palavra forte.

Talvez eu nunca me esqueça do impacto que essa palavra causou em mim. Quando eu a li na Bíblia, vi a situação do povo de Israel, e a posição de Deus para com eles, eu pude perceber claramente o que estava acontecendo, e como isso ainda acontece no meio daqueles que estão no caminho da conversão, ou até mesmo dos que são cristãos — sim, como aconteceu comigo também.

Nem todas as pessoas estão preparadas para esse tipo de confronto: aquele que te rasga de dentro pra fora, e te mostra o que há de mais feio. Que te coloca contra a parede, que te mostra na real o que está acontecendo…

E ah, como é decepcionante chegar à conclusão de que estamos sujos. Saber que temos algo imundo dentro da gente, como um depósito de lixo! Lixo daqueles bem “fedorentos”, [desculpe usar essa palavra no texto]. Aquele desejo que mancha o nosso coração, que ao mesmo tempo que cometemos, traz culpa e peso. Remorso. Te faz sentir indigno… mas não te impede de cometer mais uma e outra vez.

Quando nos confrontamos, nos vemos em um momento revelador! Ficamos cara a cara com “o problema”, conscientes do que fizemos.

Porém mais revelador ainda, é o amor de Deus sobre nós. Mesmo sendo pecadores, o sangue dEle nos lava, nos limpa. Ele é capaz de remover o peso constante dos ombros. Ele nos mostra um novo jeito de encarar a vida… o espírito passa a dominar, a vencer a carne. Passamos a ter a mente de Cristo, passamos a pensar como Ele pensou, operamos de acordo com a vontade dEle.

Não há ninguém nesse mundo que te conheça mais do que Deus. Não há ninguém neste mundo, que possa se esconder de Deus. Você pode enganar quem está perto, quem está longe. Mas, nem de perto e nem de longe, você pode enganar a Deus.

Nada pode te encobrir. Nada pode te justificar senão Ele.

Nós, seres humanos, somos compostos de corpo, alma e espírito. Esses dois primeiros, sempre batalham juntos contra o espírito, tentam vencê-lo a todo custo. Está em nossas mãos escolher a vida, escolher que o nosso espírito ganhe a batalha diariamente.

Leia também Chamado para a Liberdade ✗ Arrependimento ✗ A L M A

margarida desenho-Transp

Arrependimento

blog-senhorita-deise-frutos-dignos

Mantenho o hábito de ler a Bíblia todas as noites antes de ir dormir. E, há um versículo que tomou conta dos meus pensamentos, e gerou essa reflexão que quero muito compartilhar com vocês hoje.

Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento; — Mateus 3:8

Essa fala é de João Batista. Ele estava se dirigindo aos fariseus e saduceus — grupos de pessoas conhecidas na Bíblia, por serem considerados extremamente religiosos, ou falando de uma maneira mais informal, aqueles que se “achavam donos da verdade”, ostentavam conhecimento, enfim, os famosos “condenadores”, que foram observar o batismo que João estava realizando, certamente com um “ar de superioridade” e com uma vontade enorme de sair comentando.

Muitas pessoas confundem o real sentido da palavra arrependimento. Arrependimento não é remorso. Produzir frutos dignos de arrependimento, significa mostrar em suas atitudes, a sua intenção de mudar e não repetir o tal ato — seja ele conhecido por todos ao seu redor, ou não.

arrependimento
substantivo masculino
  1. pesar ou lamentação pelo mal cometido; compunção, contrição.
    2.
    negação ou desistência de algo feito ou pensado em tempos passados.
    3.
    rel no judaísmo e no cristianismo, ato central da virtude religiosa que consiste em um sentimento de rejeição sincera, por parte do pecador, ao seu comportamento pregresso, e que resulta na intenção de um retorno contrito à lei moral.
                                                                                                                             — Google

Produzir frutos:

É algo que você emprega a sua força e seu tempo. Esforço. Você planta, rega, poda – não há como “fugir” desse processo, não acontece do dia para a noite. É algo constante, frutos são consequência dessas ações descritas anteriormente, frutos são notórios.

Torna-se vantagem para quem pode colher desses frutos… eles são doces, a pessoa tira proveito deles, e, levando isso para o contexto da vida, ela se transforma para melhor, sai o peso, a consumição, tudo fica mais leve.

O fruto possui uma estrutura, a forma amadurecida, produz sementes, ou seja, você se arrependeu? Isso é provado em suas atitudes, existe uma conversão – mudança de caminho.

É fato: todo ser humano erra. Não importa o grau do erro, não importa se as pessoas te julgam mais ou menos por isso. Sempre iremos errar, porque infelizmente faz parte da natureza humana. Nem sempre de forma intencional, mas iremos errar. Errar com as pessoas mais próximas, errar com algumas outras que, talvez nem iremos mais encontrar. Iremos errar nas nossas escolhas pessoais… a gama e as probabilidades são enormes.

O que nos torna aptos a levantar e mudar essa “condição de errantes”, é o arrependimento sincero que produz frutos, a atração pelo pecado precisa morrer, a vontade não pode mais estar ali, cair em tentação não pode virar hábito, se arrepender de fato e produzir frutos, significa matar a “velha criatura”.

Mas lembre-se “a tentação só se torna pecado quando você se entrega” (Rick Warren). O que você tem produzido? O que você tem alimentado? O que te salva de si mesmo, não é a religiosidade… ou seja, o que João Batista quis dizer a eles, era que eles precisavam “tomar jeito” o mais rápido possível. Títulos, posses, cargos não salvam ninguém.

Quem se arrepende de verdade, quebra o orgulho, quebra a “presunção”, quebra a religiosidade, e se torna digno, puro, diferente, escolhe ver o melhor nas pessoas.

Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.
Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.
Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.

Mateus 7:17-20

Qual tipo de fruto você está oferecendo?

6053b61a345645df58ac47a5db1dc64b