Playlist: Licença Poética

Essa playlist de fato é uma das mais emocionantes que fiz, uma das melhores dos últimos tempos. Daquelas que pode ser de fato a trilha sonora para se viver em realidade, aquela sonoridade que um escritor utiliza para inspirar e transformar sua arte, seu texto, seu cotidiano.

Canções que te fazem desprender da normatividade da rotina, que te fazem refletir, flutuar, amar… que dão cores a imaginação! Aquelas que podem te fazer sorrir, dançar, vibrar, que podem te fazer chorar, se sentir nostálgico, com muitas saudades de algo ou alguém. Música é mesmo um recurso maravilhoso! Fiquem com algumas das minhas favoritas do momento.

Lembrando que todas estão disponíveis em meu Spotify, clicando nesse link: https://open.spotify.com/user/senhoritadeise espero muito que vocês gostem e recomendem para os seus amigos. São várias listas com diversos estilos e temas diferentes” O legal foi que em 2021, nós finalmente ganhamos a função de colocar capas através dos nossos próprios devices e isso ficou muito bom para aguçarmos nossa criatividade! Agora é só dar o play 🙂

Helena Deland – There Are A Thousand

I look for places to hide what I’ve found so far
I can look for more
And wrap, and wrap, and wrap my mind around it

Barrie – Tal Uno

You’re semi precious, and kinda reckless
I think you’re better on your own
I got your message, I left my necklace
I got your picture on my phone
Don’t you think that you can do better?
Don’t you think that you can do better?

Zayn – iT´s YoU

Am I wrong for wanting us to make it?

Wolf Alice – Don’t Delete The Kisses

I see the signs of a lifetime, you ‘til I die

Big Wild – Touch

Desire at the wheel
Takes a turn for desperation
It feeds my motivation
I’m waiting for your touch

Bad Sounds – Move Into Me (feat. Broods)

… you’re coming home to me

James Blake – Never Dreamed You’d Leave In Summer

Why didn’t you stay?

Pixey – Electric Dream

My life was always grey until you were all I found

Foster The People – Time To Get Closer

I had been hopeful that
I would have the time to get closer to you
If you wanted me to
I feel like crying the more I think about the times that I tried
To say the things I was thinking of
At the time

Mating Ritual – Cold (feat. Lizzy Land)

(Now I want) More of those days, I want the sun in my eyes
(Now I want)
More of those feelings crawlin’ up my spine
Everyday, I want more of night
I want more of you

LANY – you!

like water in the desert impossible to find you found me when I was broken put me back together gave me life like a flower in the concrete so beautiful and rare you gave me hope when I was empty walked me thru the fire you were there you’re the sun to the moon you’re my ocean painted blue you I’m nothing without you

Malu – Disco Arranhado

Vem ser a minha semana
Meu fim de semana e o meu feriado
Meu remédio controlado
O meu disco arranhado
Naquela parte que diz eu te amo, te amo, te amo
Te amo, te amo, te amo, te amo, te amo

Chris Brown – Under The Influence

I don’t know what you did to me

Martina Stoessel (Violetta) – Te Creo

Ahora sé que vivir es soñar Ahora sé que la tierra es el cielo
Te quiero
Te quiero Que en tus brazos ya no tengo miedo
Te quiero
Te quiero Que me extrañas con tus ojos
Te creo

Deftones – Digital Bath

And tonight
I feel, feel like more

Of Monsters and Men – Visitor

Last night I had the
Strangest dream
That you knew me, too

Uma variedade né? Canções lindas e diversas. Mandem comentários, um beijo da Senhorita Deise!

Música: Good Days — SZA

No dia 25 de dezembro de 2020, a cantora SZA (nascida Solana Imani Rowe, Estados Unidos) presenteou seus fãs com uma canção de quase 5 minutos, chamada “Good Days”. Porém, eu a conheci apenas há algumas semanas, o bastante para dedicar um espaço aqui no blog para falar mais a respeito. Vamos lá?

Good day in my mind, safe to take a step out
Get some air now, let yo edge out

Uma canção inebriante e atraente. É como encontrar-se em um amplo campo de flores, sentindo a brisa, o calor do Sol na pele, provocando as mais diversas contemplações enquanto se pensa em aspectos da vida.

Em plena melodia, existe em grande contraste entre a nostalgia, constatação de um relacionamento perdido por falta de reciprocidade, o estado em que podemos nos encontrar ao encarar esse fato, e a crença em dias melhores! A crença de que ainda existem “dias bons” e a possibilidade de se libertar a mente.

São todos os estágios em uma só música, passado, presente futuro. SZA conta que a composição se trata de “… tentar se afastar da negatividade do passado e do presente olhando para o futuro.”

All the while, I’ll await my armored fate with a smile
I still wanna try, still believe in
Good days

Eu ainda quero tentar, ainda acredito em dias bons. Ainda acredito que há beleza na juventude e no amor próprio – o amor, que reconhece quando algo não nos cabe mais, quando uma relação já não é mais a mesma, o tipo de amor que sentimos por nós mesmos, que nos permite enxergar e não se perder mais. Manter a mente limpa, sem amarras, sem preocupações. Proteger-se da maneira correta.

É importante notar as referências trazidas à canção: uma delas, é Jó. Sobre não querer perder, principalmente o controle emocional diante das ocorrências. Há citações sobre a “muralha de Jericó” (queda de defesas), e o carregar da própria cruz.

A capa do single, traz Solana criança com algumas edições ao estilo rapper Lil’ Wayne na série de álbuns “Tha Carter”.

Gotta get right
Tryna free my mind before the end of the world

Transcendente, vozes harmônicas… traz muito tranquilidade. Pode ser uma forma de “escapismo”? Pode até ser, mas é uma das melhores! Amo os pequenos riffs de guitarra, a impressão de pássaros voando, ou do mover das águas… a voz tão bonita, com floreios na medida! É aquela premissa da realidade em que relacionamentos que “podem ter começado bem”, acabam de uma forma não tão boa sendo refletidas num dia de verão.

Espero que vocês tenham gostado, deixo abaixo o vídeo para vocês escutarem a canção que está disponível em todas as plataformas digitais e de streaming. Eu gostei muito e já está inserida na minha playlist.

Good Days

Good day in my mind, safe to take a step out
Get some air now, let your edge out
Too soon, I spoke, you be heavy in my mind
Can you get the heck out?
I need rest now, got me bummed out
You so, you so, you, baby, baby, babe
I’ve been on my empty mind sh*t
I try to keep from losin’ the rest of me
I worry that I wasted the best of me on you, baby
You don’t care
Said, not tryna be a nuisance, it’s just urgent
Tryna make sense of loose change
Got me a war in my mind
Gotta let go of weight, can’t keep what’s holding me

Choose to watch
While the world break up and fall on me
All the while, I’ll await my armored fate with a smile
Still wanna try, still believe in (good days)
Good days, always (good days)
Always inside (always in my mind, always in my mind, mind)
Good day living in my mind
Tell me I’m not my fears, my limitations

I disappear, if you let me
Feeling like (on your own)
Feeling like Jericho
Feeling like Job when he lost his sh*t
Gotta hold my own, my cross to bear alone, I
Ooh, paid a deal, way to kill the mood
Know you like that shit, yeah, groovy baby, baby
Heavy on my empty mind sh*t
I gotta keep from losin’ the rest of me (losin’ the rest of me)
Still worry that I wasted the best of me on you, babe
You don’t care
Said, not tryna be a nuisance, it’s just urgent (it’s urgent)
Tryna make sense of loose change
Got me a war in my mind (my mind)
Gotta let go of weight, can’t keep what’s holding me
Choose to watch
While the world break up and fall on me
All the while, I’ll await my armored fate with a smile
Still wanna try, still believe in (good days, good days on my mind)
good days (good days on my mind)
Always sunny inside (always in my mind, always in my mind, mind)
Good day living in my mind
Gotta get right, tryna free my mind before the end of the world

I don’t miss no ex, I don’t miss no text
I just choose not to respond
I don’t regret, just pretend sh*t never happened
Half of us layin’ waste to our youth, is in the present
Half of us chasin’ fountains of youth and it’s in the present now
Always in my mind, always in my mind, mind
You’ve been making me feel like I’m
Always in my mind, always in my mind, mind

Dias Bons

Dias bons em minha mente, segura para dar um passo
Pegar um pouco de ar agora, deixar a pressão sair
Muito cedo, eu falei, você pesa na minha mente
Você pode dar o fora?
Eu preciso descansar agora, me deixou chateada
Você tão, você tão, você, baby, baby, baby
Eu estive na ***** da minha mente vazia
Eu tento não perder o resto de mim
Eu me preocupo em ter perdido o melhor de mim com você, querido
Você não liga
Disse, não estou tentando ser um incômodo, é apenas urgente
Tentando entender o troco solto
Tenho uma guerra em minha mente
Tenho que deixar o peso ir, não consigo manter o que está me segurando
Escolho assistir
Enquanto o mundo se desfaz e cai sobre mim
Enquanto isso, esperarei meu destino blindada com um sorriso
Ainda quero tentar, ainda acredito em (dias bons)
Dias bons, sempre (bons dias)
Sempre dentro (sempre em minha mente, sempre em minha mente, mente)
Dias bons vivendo em minha mente
Diga-me que não sou meus medos, minhas limitações
Eu desapareço se você me deixar
Me sentindo (por conta própria)
Me sentindo como Jericó
Me sentindo como Jó quando ele perdeu a cabeça
Tenho que segurar minha cruz para carregar sozinha, eu
Ooh, paguei um acordo, forma de matar o clima
Sei que você gosta dessa ***, sim, lindo, baby, baby
Pesado na *r**da da minha mente vazia
Eu não quero perder o resto de mim (perder o resto de mim)
Ainda preocupada de ter perdido o melhor de mim com você, querido
Você não liga
Disse, não estou tentando ser um incômodo, é apenas urgente (é urgente)
Tentando entender o troco solto
Tenho uma guerra em minha mente (minha mente)
Tenho que deixar o peso ir, não consigo manter o que está me segurando
Escolho assistir
Enquanto o mundo se desintegra e cai sobre mim
Enquanto isso, esperarei meu destino blindado com um sorriso
Ainda quero tentar, ainda acredito em (dias bons, dias bons em minha mente)
bons dias (bons dias na minha mente)
Sempre ensolarado por dentro (sempre em minha mente, sempre em minha mente, mente)
Bom dia vivendo em minha mente
Tenho que acertar, tentar libertar minha mente antes do fim do mundo
Não sinto falta de nenhum ex, não sinto falta de nenhuma mensagem
Eu apenas escolho não responder
Eu não me arrependo, apenas finjo que nada aconteceu
Metade de nós desperdiçando nossa juventude, no presente
Metade de nós perseguindo as fontes da juventude e isso está no presente agora
Sempre em minha mente, sempre em minha mente, mente
Você tem me feito sentir como se estivesse
Sempre em minha mente, sempre em minha mente, mente

Música: Pinpoint – Hayfitz

blog-senhorita-deise-pinpoint
Brandon Hafetz – fonte hayfitz.com

“Você já conheceu alguém e soube imediatamente que essa pessoa teria um papel profundo em sua vida? Mesmo que depois de alguns minutos, horas, dias, você nunca mais os veria? (…) Pinpoint, narra uma reação a sentimentos viscerais desencadeados por breves e desarmantes momentos no tempo. Você nunca sabe quando alguém pode ‘aparecer do que parece ser um nada’ e de repente se tornar o centro do seu universo. Não se esquivar dessa potencialidade, pode desbloquear um conjunto de experiências realmente bonitas, mas emocionalmente perigoso.” – Conceito da composição retirado do site oficial.

É gente, essa é a descrição dada da música que eu venho apresentar à vocês hoje! Hayfitz é o apelido do multi-instrumentista americano, Brandon Hafetz, que felizmente conheci de maneira aleatória em uma playlist do Spotify e me apaixonei no momento em que a escutei.

“Pinpoint” é a primeira de uma coleção futura de músicas gravadas e compostas por ele por dezoito dias em uma casa em Seattle, cercada por vistas bucólicas e de montanhas. O cenário, segundo o próprio cantor, trouxe o espaço emocional para entregar as canções com determinação, trazendo detalhes intencionais — você consegue ouvir toda suavidade, tranquilidade e amor transmitidas em melodia e letra, ou seja, meta conquistada com sucesso!

Espero que vocês gostem o tanto quanto eu. Hoje, deixarei para vocês letra, vídeo e tradução! Me contem o que acharam ❤

Pinpoint

You popped right into my life like you’ve always been here
And darling I simply was not at all prepared
You popped right into my life like you’ve always been here
I didn’t know it but you were my greatest fear

But I don’t even know your name
Just that face
I don’t even know your name
Just that face

Finding myself in a maze
Lost in the clues I’ve created
Puzzling my mind with these games
But I don’t even know your name
Just that face

There’s somethin’ about you that I just can’t quite pinpoint
A look in your eyes I swear that seen before
Darling you must be starting to really get to me
Cause there’s somethin’ about you that I just can’t ignore

But I don’t even know your name
Just that face
I don’t even know your name
Just that face

Oh call it premature, maybe
Call it premature, baby
You can call it premature, baby
But I just can’t help it

Call it premature, maybe
Call it premature, baby
You can call it premature, baby
But I just can’t help it

Oh that face
Just that face
Oh that face
Just that face

Identificar

Você apareceu na minha vida como se estivesse sempre aqui
E, caramba, eu simplesmente não estava preparado
Você apareceu na minha vida como se estivesse sempre aqui
Eu não sabia disso, mas você era meu maior medo

Mas eu não nem sei seu nome
Apenas aquele rosto
Eu nem sei seu nome
Apenas esse rosto

Me encontrando em um labirinto
Perdido nas pistas que eu criei
Confundindo minha mente com esses jogos
Mas eu nem sei seu nome
Apenas esse rosto

Há algo em você que eu não consigo identificar
Um olhar em seus olhos, eu juro, que já vi antes
Querida, você deve estar começando a realmente me atingir
Porque há algo em você que eu simplesmente não consigo ignorar

Mas eu nem sei o seu nome
Apenas aquele rosto
Eu nem sei o seu nome
Apenas esse rosto

Chame isso de prematuro, talvez
Chame isso de prematuro, querida
Chame isso de prematuro, talvez
Mas eu simplesmente não posso evitar

Chame prematuro, talvez
Chame prematuro, querida
Chame prematuro, talvez
Mas eu não posso evitar

Apenas aquele rosto
Oh aquele rosto
Apenas aquele rosto
Oh aquele rosto

Um beijo da Deise, até a próxima

margarida desenho-Transp

Música: White Noise & Moonday — flor

blog-senhorita-deise-flor

Conheci essa banda incrível numa playlist aleatória do Spotify no final do ano passado, e desde então, me apaixonei pelo som deles. Eles começaram em Oregon, nos Estados Unidos em 2014, porém, o primeiro álbum de estúdio “come out. you’re hiding” em selo oficial, só veio em 2017 após EPs e singles lançados, chamando a atenção da grande gravadora de músicos independentes, a Fueled By Ramen.

flor, como eles se chamam, mistura rock alternativo com sintetizadores, um dream pop lindíssimo, com ritmo melódicos e encantadores, sem falar das letras poéticas com várias metáforas.

Hoje eu tenho aqui para vocês, duas canções do segundo álbum deles lançado em 6 de setembro de 2019 – o Ley LinesVou mostrar as que mais cativaram o meu coração e que por coincidência, uma abre (White Noise) enquanto a outra (Moonday) encerra o projeto. Confira!

White Noise:

(…)
Honest, I
Never thought you’d find me where I hide
I’m such a lonely host
Keep you in view
Let you close, then I’ll choke
Is there a simple hope to keep?

My love
A sharp knife
A cold night
A young fit in a wildfire
A silence surrounded in white noise
Your love beat against my own leaves
A new flame for molding
A cleansing, refining…

Moonday:

(…)

Somewhere deep within I knew
I would always look to you

Well if I’ve learned, if I’ve learned from anything
Let it be, let it be that love is free
Love can’t live, live within somebody’s bounds
Never let, never let another person tell you how

Why are you crying?
You rule the moonday
Why are you sleeping?
There’s so much more to do…

Espero que vocês tenham gostado! Os trechos em destaque, são as estrofes que eu mais amo nas canções. Ambas encontram-se na minha playlist no Spotify (senhoritadeise), e nos destaques do meu Instagram, @senhoritadeise.

Um beijo, até a próxima.

margarida-assinatura

Música: Cut My Lip – Twenty One Pilots

21-pilots-2-1220x823-NME
Lhes apresento os mais novos integrantes do maravilhoso hall de favoritos da Deise: Joshua Dun e Tyler Joseph – a dupla de Ohio, Estados Unidos, ||-// twenty øne piløts. Foto: NME.com

Foi da maneira mais aleatória possível.

Em julho, num sábado à tarde em casa, estava eu ouvindo canções no meu aplicativo de streaming, como habitualmente faço, quando decidi entrar na lista de novidades… fui dando play, e seguindo para a próxima — nada que valesse a pena salvar ou escutar novamente, até que me deparei com o último lançamento: “Cut My Lip” do duo Twenty One Pilots, dividido com o público no dia 11.

Sim, já havia escutado alguns singles deles, “Ride” até o momento, era a única que havia tocado o meu coração em grandes proporções, mas aí tudo mudou com CML. Amor instantâneo. O peso da batida me conquistou, a voz nos moldes tecnológicos me atraiu, e a letra foi uma identificação direta, principalmente em um momento da minha vida em que as coisas não estavam nada fáceis.

Então, dizer que “mesmo estando machucado e com a face cheia de contusões, continuarei me movendo” era exatamente o que eu precisava. Essa ideia de persistência apesar dos obstáculos, de continuar avançando apesar de ser agredido (seja por circunstâncias naturais da vida, ou pelo que quer que seja) é altamente inspirador.

Twenty_One_Pilots_Pub_1_2018_Brad_Heaton_rolling_stone_
Foto promocional de “Trench”, 5º álbum de estúdio da banda – por Brad Heaton

Cut My Lip é sobre de uma certa forma não desistir da esperança. O caminho para a glória e redenção é marcado também por dores e autonegação. Por tentativas, quedas e levantes. É sobre continuar tentando, sobre confiar na sua “alcateia” (naquelas pessoas que estarão sempre perto, os leais) —  ser um leão, símbolo de bravura e confiança. Cut My Lip também ilustra sobre como podemos ser ao mesmo tempo autodestrutivos, como podemos nos consumir em nossos próprios sentimentos e pensamentos, voltando a lugares que não deveríamos, mesmo sabendo que somos a nós mesmos quem abusamos.

A canção também possui algumas referencias bíblicas, como a passagem de Jesus pelo jardim do Getsêmani.

É forte, metafórica, melancólica e ao mesmo tempo dançante. Uma mistura de reggae com rock alternativo. Era o que eu necessitava naquele momento. Minha música de todos os dias, para todos os momentos. Claro, desencadeou a minha apreciação também, pelo álbum inteiro Trench, lançado em 2018 e que definitivamente recomendo e preciso falar dele um dia para vocês…! Todas as faixas acabaram me cativando e me guiando para outros trabalhos da banda.

Enfim, da versão ao vivo, fui para a versão de estúdio, pra versão acústica… o meu amor só cresceu! Queria compartilhar aqui no blog a importância dela pra mim, até para poder registrar a possível mais tocada de 2019 —  bah, acreditem quando eu digo que julho foi quase todo deles haha.

 

Cut My Lip

I’ll keep on tryin’, might as well
If you decide all is well
I’ll keep on tryin’, might as well (Might as well)
If you decide all is well (All is well)

Though I am bruised, face of contusions
Know I’ll keep movin’
Though I am bruised, face of contusions
Know I’ll keep movin’, know I’ll keep movin’

Rust around the rim, drink it anyway
I cut my lip
Isn’t what I want, blood is on my tongue
I cut my lip

I keep on goin’ back
Even though it’s me I abuse
I’ll keep on goin’ back
Even…

Though I am bruised, face of contusions
Know I’ll keep movin’
Though I am bruised, face of contusions
Know I’ll keep movin’, know I’ll keep movin’

Rust around the rim, drink it anyway
I cut my lip
Isn’t what I want, blood is on my tongue
I cut my lip, oh oh, yeah
I cut my lip, oh oh, yeah

I don’t mind at all, lean on my pride
Lean on my pride, I’m a lion
I don’t mind at all, lean on my pride
Lean on my pride, I’m a lion
I don’t mind at all, lean on my pride
Lean on my pride, I’m a lion
I don’t mind at all, lean on my pride
Lean on my pride, I’m a lion

Though I am bruised, face of contusions
Know I’ll keep movin’, know I’ll keep movin’

Rust around the rim, drink it anyway
I cut my lip
Isn’t what I want, blood is on my tongue
I cut my lip
I cut my lip

I don’t mind at all, lean on my pride
Lean on my pride, I’m a lion
I don’t mind at all, lean on my pride
Lean on my pride, I’m a lion.

Espero que vocês tenham gostado! Com o tempo vou produzir mais resenhas musicais e, para quem gosta de conhecer coisa nova, explorar playlists, ou quer adicionar aquela canção top diferentona, basta me seguir no Instagram e vasculhar meus destaques, além de visualizar os stories e seguir meu perfil no Spotify —  tem muuuuuuuuita coisa incrível.

Um super beijo da Deise!

margarida desenho-Transp

Top Songs 2018: MEU ANO NA MÚSICA

Estava esperando ansiosamente por isso!

(🇺🇸) I’ve been looking forward to it!

Saiu na semana passada, a campanha 2018 Wrapped do Spotify! O serviço de stream prepara uma lista toda especial para os seus usuários, com dados importantes e curiosidades sobre suas músicas mais tocadas, artistas, playlists, gêneros musicais e muito mais!

(🇺🇸) Last week, Spotify released the 2018 Wrapped campaign! The streaming service prepares a very special list for their users, with important data and curiosities about their most played songs, artists, playlists, musical genres and more!

Ano passado, dividi aqui com vocês, e em 2018 não poderia ser diferente!

(🇺🇸) Last year, I shared here with you all, my top 100, and in 2018 it could not be any different!

blog-senhorita-deise-spotify-2018-wrapped

Esse ano, resolvi revisitar muitas das minhas canções favoritas, por isso nesse top 100, vocês não encontraram muitas novidades como da outra vez, porque, quem me acompanhou sabe que de três em três meses, eu selecionava 30 novidades do mundo da música e as agregava em uma playlist trimestral.

(🇺🇸) This year, I decided to revisit many of my past favorite songs, so in this top 100, you won’t find many ‘new things’ like the other time, because whoever accompanied my last year’s post, knows that every three months, I selected 30 newness from the world of music and added in a quarterly playlist.

Em 2018, eu me dediquei mais ao meu primeiro estilo favorito: o rock! Rock cristão, punk-rock, rock-rap, nu-metal… teve bastante Limp Bizkit, Linkin Park, Nightwish, Coldplay, Green Day, Hillsong United, Switchfoot, Building 429 e muito mais!

(🇺🇸) In 2018, I focused more on my first favorite genre: rock! Christian rock, punk-rock, rock-rap, nu-metal… you’re gonna find a lot of Limp Bizkit, Linkin Park, Nightwish, Coldplay, Green Day, Hillsong United, Switchfoot, Building 429 songs, and more!

O topo da lista surpreendeu! Liberdade, da Priscilla Alcântara me encantou de um jeito que grudou no repeat haha, e não saiu mais! Fiz uma crítica sobre a canção aqui no blog, que você pode ler clicando aqui.

(🇺🇸) The top of the list surprised! Liberdade, from Priscilla Alcântara enchanted me in a way that it was stuck on repeat haha, and it did not leave! She’s a brazilian gospel singer and songwriter, that I’m sure you would love if you give her a chance!

MySpotifyWrapped2018

Fiquei impressionada com a quantidade de músicas que eu escutei esse ano no aplicativo: 4.009, em 31.537 minutos! 47% a mais que o ano passado! O artista que ficou com o posto de mais escutado, foi o meu favorito Chris Brown, e como o próprio Spotify disse, isso é muito bom (nossa, eu amei isso)! Linkin Park e Switchfoot permaneceram firmes na lista, isso foi incrível porque demonstra consistência, sendo que só a banda gospel que baixou algumas posições.

(🇺🇸) I was impressed by the amount of music I heard this year in the app: 4,009 in 31,537 minutes! 47% more than last year! The artist who got the most listened place, was my favorite artist Chris Brown, and as Spotify itself said, this is very good (Wow, I loved that)! Linkin Park and Switchfoot remained on the list, and this was amazing, very consistent.

Meus gêneros favoritos foram: Rock, pop, hip-hop e cristã, o que possibilitou uma diversidade maravilhosa na playlist. Foi muito gostoso escutar uma por uma, sem pular nem alterar a ordem e lembrar de cada fase da vida, de cada novo acontecimento que me marcou.

(🇺🇸) My favorite genres were: Rock, Pop, Hip-Hop and Christian music, which made a wonderful diversity in the playlist. It was very nice to listen one by one, without skipping or changing the order of the tracks and remembering each phase of my life, every new event that marked me… amazing how music means a lot to me.

Meu 2018 Wrapped do Spotify, já está disponível para quem me segue na plataforma, e para quem quiser conhecer mais do que me inspirou este ano! Clique aqui, para ouvir e se emocionar!

(🇺🇸) My 2018 Wrapped from Spotify is already available to anyone who follows me on the platform, and for anyone who wants to know more of what inspired me this year! Click here to listen and get excited!

Quer saber como foi o seu ano na música? Acesse esse site: spotify.com/2018

Spotify, muito obrigadaaaaa!

Agradeço também a sua visita ❤

(🇺🇸) Thank you Spotify!

And thank you for being here 🙂

margarida desenho-Transp