Música: Sara – Fleetwood Mac

blog-senhorita-deise-fleetwood-mac-sara
Peter Green, Christine McVie, Stevie Nicks, Mick Fleetwood & Lindsey Buckingham: Fleetwood Mac. Foto retirada do site consequenceofsound.net

“Sara” nasceu em 1979, e atingiu um enorme sucesso nos anos 80, mas me apaixonei por sua melodia na sexta-feira da semana passada! Desde então, não consigo parar de escutar e precisei vir até aqui demonstrar tudo isso e pedir que vocês deem uma chance e o play!

Como berço, o álbum “Tusk”, o mais caro e mais ousado da banda anglo-americana Fleetwood Mac. Amo a profundidade da letra composta por Stevie Nicks, sua alma exposta ao cantar cada sílaba — é muito pessoal.

“Sara” seria o nome da filha que ela não chegou a ter, e é também o nome da pessoa que era sua amiga, e que a separou de um grande amor. Existem trechos dedicados a seu companheiro de banda Mick Fleetwood pessoa em que ela “encontrou conforto após grande tempestade”… muitos especulam, mas a verdade é que, Nicks nunca esclareceu totalmente seu significado. Mesmo sendo enigmática, continua sendo linda.

Estava no carro quando a canção tocou no rádio… o verso you’re the poet in my heart me cativou instantaneamente.

Chegou a 7ª posição da Billboard Hot 100 e permaneceu nesse posto por três semanas seguidas. Tem várias versões, um dos maiores sucessos. Gosto muito do arranjo, melodia, coro… gosto muito do fato de ser diferente do jeito que é, simplesmente entrou para a minha trilha sonora.

Espero que vocês gostem o tanto quanto eu.

Disponível em todas as plataformas digitais.

Sara

Wait a minute, baby
Stay with me awhile
Said you’d give me light
But you never told me about the fire

Drowning in the sea of love
Where everyone would love to drown
But now it’s gone
It doesn’t matter what for
When you build your house
Then call me home

And he was just like a great dark wing
Within the wings of a storm
I think I had met my match
He was singing
And undoing
And undoing the laces
Undoing the laces

Said, Sara
You’re the poet in my heart
Never change
Never stop
But now it’s gone
It doesn’t matter what for
But when you build your house
Then call me home

Hold on
The night is coming and the starling flew for days
I’d stay home at night all the time
I’d go anywhere, anywhere, anywhere
Ask me and I’m there
Ask me and I’m there, I care

In the sea of love
Where everyone would love to drown
But now it’s gone
They say it doesn’t matter anymore
If you build your house
Then, please, call me home

Sara
You’re the poet in my heart
Never change
And don’t you ever stop
Now it’s gone
No, it doesn’t matter anymore
When you build your house
I’ll come by

Sara
Sara
(There’s a heartbeat
And it never really died, it never, never really died)
Oh Sara
Would you swallow all your pride
Would you speak a little louder
Singing, all I ever wanted

margarida desenho-Transp

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s