Lembranças

Não nos lembramos de dias, nos lembramos de momentos.

Nessa quarentena em que vivo agora, e que acaba de ser estendida, eu passei relembrando momentos, que enquanto eu os vivia, não imaginava que seriam marcantes ao ponto de me fazerem chorar ou sorrir — da maneira mais espontânea possível, que me pegariam de repente, a qualquer hora do dia, com qualquer canção que escuto, provocando emoções intensas e marcantes… não imaginava!

Era como uma flecha, certeira, e eu a chamo de “saudades”. O que diferencia um dia do outro, são os momentos que vivemos, que nos marcam, o que fazemos. Existem dias que ficarão marcados permanentemente na sua história, outros, ficarão registrados por um período e se apagarão… outros terão esse efeito em você…

Em fevereiro desse ano, me senti tocada a escrever, sobre como os “momentos de agora, serão lembranças do futuro” e de como eu não sabia a forma como eu me lembraria depois…

Comparei com uma flor. O auge da sua beleza, propósito e efemeridade. Mas é isso, tudo tem sua causa. As flores morrem, é verdade, mas podem nascer de novo.

Hoje, eu me lembro com carinho. Reconheço minhas faltas, bem como os meus exageros. Hoje, com o tanto de tempo que tenho, posso pensar pelo lado emocional da coisa, sobretudo, o lado racional também, e um dia, espero chegar a uma conclusão definitiva — e provavelmente escreverei sobre o tema.

“Não sei como lembrarei disso depois. Mas vou lembrar.” — 💛😭

margarida desenho-Transp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s