The Thrill Of It All

The thrill of it all

Is that I still feel the call

The call of love, and everything in between

It’s deep within, and I can’t stop.

The thrill of it all

Is that I still feel the fall

To fall in love, is everything I needed

It’s deep within, tied up like a knot.

margarida desenho-Transp

Lembranças

Não nos lembramos de dias, nos lembramos de momentos.

Nessa quarentena em que vivo agora, e que acaba de ser estendida, eu passei relembrando momentos, que enquanto eu os vivia, não imaginava que seriam marcantes ao ponto de me fazerem chorar ou sorrir — da maneira mais espontânea possível, que me pegariam de repente, a qualquer hora do dia, com qualquer canção que escuto, provocando emoções intensas e marcantes… não imaginava!

Era como uma flecha, certeira, e eu a chamo de “saudades”. O que diferencia um dia do outro, são os momentos que vivemos, que nos marcam, o que fazemos. Existem dias que ficarão marcados permanentemente na sua história, outros, ficarão registrados por um período e se apagarão… outros terão esse efeito em você…

Em fevereiro desse ano, me senti tocada a escrever, sobre como os “momentos de agora, serão lembranças do futuro” e de como eu não sabia a forma como eu me lembraria depois…

Comparei com uma flor. O auge da sua beleza, propósito e efemeridade. Mas é isso, tudo tem sua causa. As flores morrem, é verdade, mas podem nascer de novo.

Hoje, eu me lembro com carinho. Reconheço minhas faltas, bem como os meus exageros. Hoje, com o tanto de tempo que tenho, posso pensar pelo lado emocional da coisa, sobretudo, o lado racional também, e um dia, espero chegar a uma conclusão definitiva — e provavelmente escreverei sobre o tema.

“Não sei como lembrarei disso depois. Mas vou lembrar.” — 💛😭

margarida desenho-Transp

Hope

 

Keep in mind what gives you hope.

This is what’s giving me strength to keep going during this difficult time, where uncertainty rules hearts and actions out there.

My days have been in God’s and family company. I’m writing a lot, listening to music, and preparing posts for this blog, that I’ll probably update later ❤️

But for now, I wanna invite you to fill your thoughts with things that bring you hope. Keep God’s Word alive in you — His Word can’t be changed, revoked or invalidated in your life.

His great love and mercy are the reason why we’re still here. So let’s embrace the chances we get and be grateful for each one of them.

Let’s pray and remember those who are suffering with this pandemic, and also other troubles happening at the same time.

By grace we made it here… “The Lord is good for those whose hope is in Him, to the one who seeks Him” — let’s do this! Let’s wait for His salvation.

Let go of what’s hurting you. Let go of what’s worrying you. ❤️🙏🏽

By grace we made it here, by grace we’re gonna get through this!

Send this post to someone who’s needing this message! If you wanna say something, leave your thoughts about the subject, your experience, or even “vent”, feel free to comment ❤️

Just know you’re loved, everything’s not lost!

margarida desenho-Transp

 

A Poesia

Eu sou o poeta, e você a poesia.

Eu te criei, alinhei seus versos e rimei as palavras.

Tomei a liberdade de chamar-te de obra e admirar-te em meio a todo caos em volta.

Eu te escrevi várias e várias vezes. Apaguei o que não estava tão bom, e decidi recomeçar, senti emoção a cada nova linha.

Você é a poesia que não canso de ler. Leio e não entendo, por vezes, extraio coisas novas que ainda não havia visto, em outras, apenas aqueço meu coração.

Você é a maravilhosa coletânea, que todo apreciador de uma boa leitura gostaria de ter.

Você existe, são as palavras que provém do amor e da criatividade. Da plena atividade que é observar, imaginar, e por em ação no papel.

Eu te amo, e eu te amo como um bom criador aprecia sua obra.

margarida desenho-Transp

Linha Invisível

Dois roteiros, duas realidades, dois motivos diferentes.

Era apenas um ponto convergente, ou melhor, apenas minutos que nos alinhavam num pequeno trajeto.

Era uma linha invisível.

blog-senhorita-deise-linha-invisivel

Seu olhar era tão magnético! Com ou sem pretensão, eles certamente me levariam à você, como de fato me levaram.

Era uma linha invisível.

Essa linha não era frágil, era intrépida, era intrigante. Essa linha me fazia pensar. Essa linha fez com o que eu me visse diferente todos os dias, reacendeu uma luz de esperança dentro de mim.

O tempo foi passando, as coisas foram mudando. Cometi alguns erros, me confundi, me distraí, fiz algumas promessas. Esperei, esperei ansiosamente pelo verão! Me preparei, inventei e reinventei esse reencontro, até que aconteceu, chegou a estação. Já no primeiro dia, notei que coloquei expectativa demais…

Demorei a perceber, demorei a querer acreditar… de alguma forma, em algum momento, perdemos essa linha.

O que havia ali não era palpável, não poderia ser considerado sólido, muito menos decifrável… mas, de alguma forma, me fez sentir algo que eu acabei dando um nome.

Era uma linha invisível, que após erros e acertos, após a ação do tempo, após as reações e decisões que tomamos, parecia estar retomando sua consistência… porém, fomos surpreendidos por novas circunstâncias, essas que vão mudar todo rumo dessa breve história. Um hiato sem previsão de volta. Um hiato bem nebuloso.

Hoje, eu vivo uma incógnita porque depois de tudo isso, eu não sei o quanto mais essa linha pode se esticar. Não sei por quanto tempo mais, ela vai poder durar.

Mas eu sou grata mesmo assim, pelo tempo que pude ter, agradeço a lição, o sorriso, os momentos e a poesia que seus olhos puderam me dar.

Era apenas uma linha invisível, que muito me deu.

Espero que haja uma próxima vez.
Até algum dia, olhos que são como a Lua.
Peço a Deus todos os dias por você.

margarida desenho-Transp

Sim, esse blog ainda existe!

Foto de quando eu fui ao mercado, ainda no início da pandemia no Brasil. Vários produtos estavam esgotados, e as filas cheias. Clientes com semblantes preocupados e carrinhos cheios. Distantes um do outro, e preocupados…

O mundo parece estar de cabeça para baixo né?

Vocês que leem essa postagem, em Abril de 2020, sabem que estamos vivendo em meio a uma pandemia de Covid-19 — que significa Corona Virus Disease 2019 — um vírus que inicialmente surgiu na Ásia em dezembro/2019 e infelizmente matou muitas pessoas se espalhando pelo mundo com o passar das semanas… o novo Corona vírus causa gripe, atacando primeiramente a garganta, evoluindo para sintomas de febre, diarréia, tosse, espirros podendo levar à morte em seu estágio mais grave, onde acaba atingindo os pulmões, culminando em insuficiência respiratória.

O grande problema é que ainda não temos uma cura para isso, além do isolamento social… pois é! Sem remédios ou vacinas que possam nos proteger, nossas ações para conter o vírus está na alta higiene, e em evitar o máximo possível, o contato com outras pessoas, principalmente os mais idosos (maiores vítimas da pandemia) e pessoas com casos de doenças crônicas como diabetes, hipertensão ou qualquer doença pré existente.

Isso tem causado grandes debates entre as autoridades, pois o Corona é altamente contagioso! Em pouco tempo, milhares e milhares de pessoas se infectaram… o sistema de saúde está se sobrecarregando… nossa, a economia do país então… numa situação de grande alerta. O caos. Eu mesma, me encontro em período de quarentena. Fecharam-se os shoppings e os comércios. Nas ruas, apenas aqueles que desempenham “funções essenciais”. Confesso que estou vivendo e vendo situações que nunca pensei que veria! Nunca imaginei mesmo.

Sei que um dia, o que vivemos hoje, irá passar. Nos restarão as consequências claro, mas para quem tem fé e crê, a gente levanta e segue. Mas essa postagem aqui, é para dizer a vocês, meus leitores e amigos fiéis, que o blog está de volta. Nesses últimos dias, tenho tido mais tempo e mais inspirações para escrever. Há alguns meses, expliquei aqui que esse espaço foi mudando e evoluindo comigo, e isso inclui o tipo de conteúdo, o espaço entre uma publicação e outra, e detalhes que vocês irão notar.

Uma frase que as pessoas têm compartilhado muito em meio ao desespero e agonia dos fatos, é que “quarentena não é férias”, porém no meu caso, é sim pois por planos de Deus, ano passado acabei decidindo que nessa época, eu teria férias — imagine então, Deisinha cheia de planos 😭😂 todos cancelados! Mas sou grata a Deus por tudo mesmo, pois só eu sei o quanto isso me foi útil agora.

Mas enfim, a vocês meus amados, desejo força e muita fé para encarar essa realidade. Verdade, a campanha do “#fiqueemcasa”, pode beneficiar mesmo a todos, porém com um sacrifício maior de uma parcela da população, mas vamos obedecer na serenidade de Cristo, enquanto uma nova solução não se apresenta. Temos muitos desdobramentos dentro de um mesmo tema, mas desejo-lhes o melhor, estamos todos juntos nessa e vamos vencer SIM! Vamos nos cuidar.

Informo-lhes que completei recentemente mais um ano de blog, 🥳🥳🥳👏🏽👏🏽🥳 e passei das 50 mil visualizações! O B R I G A D A!

Sim, esse blog ainda existe, e ele veio prestar um bom serviço a quem quiser lê-lo 💛

Um beijo da Deise, e até a próxima!

margarida desenho-Transp