Tendência: Unhas Coloridas 2

Foto Instagram: @senhoritadosaneis

Meninas, hoje vim mostrar para vocês, outro exemplo de multicores nas unhas.

Leia também, Unhas Coloridas

Escolhi uma temática de cor: verde, e fui pintando! Não teve nada “profissional” dessa vez, inclusive, nem cutilei (ou seja, não removi as cutículas), foi um dia que eu tirei para me distrair, descontrair.

Lembrando que eu tirei essas fotos, assim que eu finalizei a esmaltação. Geralmente, fica melhor ainda, mais “assentado” no dia seguinte!

O meu critério de escolha foi: neon, um tom de verde misturado, um militar, um perolado… tem textura do cremoso… fui misturando mesmo para que ficasse diferente!

Para criar um efeito mais degradê, você pode optar por começar com os tons mais clarinhos, para os mais escuros, na mesma textura, ou destacar apenas dois dedos, ou um se preferir.

Esse anel lindo na foto, é da Pandora Jóias. Chama-se “Conto de Fada”

Aqui temos marcas como Speciallità – Sadok “Sambou” (mindinho), Mundial Impala “Sereia” (anelar), Linha Reconecte “Selfie na Floresta” (indicador), Dailus – Lhamastê “Só Vim Peça Comida” (dedo do meio) e duas camadas do Dailus – California Ice “Venice Mint” + uma camada do DNA Italy – Unicorn Nails “Encanto” (polegar).

Para secar, usei as gotinhas secantes da Vult, que contei aqui no blog pra vocês outro dia, e você pode clicar no link em dourado para acessar, e reitero que é um produto muito bom e que ajuda demais no processo de esmaltar. 💚 

Espero que vocês tenham gostado da dica de hoje, e para mais atualizações e recomendações, siga-me no Instagram @senhoritadeise • @blogsenhoritadeise — ah, se você quiser conferir, fiz uma conta também, dedicada à minha paixão por anéis e deixo por lá registros da minha coleção, é o @senhoritadosaneis

Um grande beijo pra vocês, se gostar, é só compartilhar! 😙

PS: hoje completo um mês de quarentena! OMG.

margarida desenho-Transp

À Luz

Esse é um texto completamente fora da programação, palavras que digitei minutos atrás e que é totalmente passível de edições futuras — para inserção de complementos.

Mas, se tem uma palavra que está constantemente em pauta, e que pode ser considerada como “a do momento” também, é a palavra…

Polarização

que nos termos políticos da nossa sociedade, significa “concentração em extremos opostos”. O cenário que vemos ultimamente, mostra-se complicado e angustiante. Tudo isso, em meio a uma pandemia de Covid-19, além de um impacto negativo gigantesco na economia. O povo infelizmente sofre e assiste em agonia, essas quebras de relações, exposição de comportamentos imorais e ineficiência em servir à população, nas áreas mais necessitadas como a saúde, por exemplo.

As esferas políticas estão divididas, machucadas! Chocam-se o tempo inteiro!

Hoje eu quero te convidar a sair desse extremo, seja ele qual for. A crise também se instala em meio a esse tipo de confusão, de gritaria, de extremismo.

Partidos e políticos não são times de futebol. Você acha que essa autoridade em questão foi um “escolhido por Deus”? Pois bem, Saul foi escolhido por Deus, pecou e errou feio até ser substituído por Davi, que também teve seus erros e foi repreendido — no final, ele teve suas perdas e consequências (se recuperando no final, graças a Deus houve redenção). Acontece! O ser humano infelizmente tem dessas!

Apoiou muito alguém por seus ideais? É válido! Porém, vale mesmo por a mão no fogo? Estar às cegas? Quando alguém mostra, demonstra que não foi digno da sua aposta, do seu voto de confiança, não pode haver uma alienação, uma manipulação da verdade!

Chega de formarmos ídolos políticos! Eles não devem estar acima do povo, jamais! 

Eu te convido a ver as coisas com mais clareza, sair dos extremos, não no sentido de abrir mão de princípios básicos, ou de negociação com coisas duvidosas e que possam manchar seu caráter, sua fé.

Mas, te convido a reavaliar o processo até aqui. Confrontar suas atitudes e colaboração para esse momento, confrontar a extrema polarização que tem tomado conta das pessoas aí afora, que não tolera um “a” além do seu próprio.

Chegou a hora de recomeçar, à luz de muitas coisas. Acredito que esse momento nos pede isso mais do que nunca.

margarida-assinatura

Música: White Noise & Moonday — flor

blog-senhorita-deise-flor

Conheci essa banda incrível numa playlist aleatória do Spotify no final do ano passado, e desde então, me apaixonei pelo som deles. Eles começaram em Oregon, nos Estados Unidos em 2014, porém, o primeiro álbum de estúdio “come out. you’re hiding” em selo oficial, só veio em 2017 após EPs e singles lançados, chamando a atenção da grande gravadora de músicos independentes, a Fueled By Ramen.

flor, como eles se chamam, mistura rock alternativo com sintetizadores, um dream pop lindíssimo, com ritmo melódicos e encantadores, sem falar das letras poéticas com várias metáforas.

Hoje eu tenho aqui para vocês, duas canções do segundo álbum deles lançado em 6 de setembro de 2019 – o Ley LinesVou mostrar as que mais cativaram o meu coração e que por coincidência, uma abre (White Noise) enquanto a outra (Moonday) encerra o projeto. Confira!

White Noise:

(…)
Honest, I
Never thought you’d find me where I hide
I’m such a lonely host
Keep you in view
Let you close, then I’ll choke
Is there a simple hope to keep?

My love
A sharp knife
A cold night
A young fit in a wildfire
A silence surrounded in white noise
Your love beat against my own leaves
A new flame for molding
A cleansing, refining…

Moonday:

(…)

Somewhere deep within I knew
I would always look to you

Well if I’ve learned, if I’ve learned from anything
Let it be, let it be that love is free
Love can’t live, live within somebody’s bounds
Never let, never let another person tell you how

Why are you crying?
You rule the moonday
Why are you sleeping?
There’s so much more to do…

Espero que vocês tenham gostado! Os trechos em destaque, são as estrofes que eu mais amo nas canções. Ambas encontram-se na minha playlist no Spotify (senhoritadeise), e nos destaques do meu Instagram, @senhoritadeise.

Um beijo, até a próxima.

margarida-assinatura

Dreams

Dreaming is allowed.

It is allowed to let yourself be carried away by your imagination, to places that our physical body cannot yet be.

Dreaming is a gift given to human beings. A dream is born out of desires, a dream is born out of our deepest needs.

A dream is born, from our formation, from our hunger to be somebody in this world, to possess, to do something meaningful.

Dreaming is allowed and somehow necessary.

It’s funny, because nothing in this dream is mine.

Nothing, not even when it becomes real, and that is the function of the dream, to show us what no matter how beautiful, no matter how desirable or noble that dream is, however much we strive to achieve it and finally achieve it, none of this is ours.

For we do not know our set time here on Earth and we will not take anything with us when we leave, not even this body! So the dream can be beautiful, make us smile, dream about God then, even better.

But nothing is really ours.

margarida desenho-Transp

Cura ou Doença?

“… certos tipos de militância adoecem. Geram mais feridas do que cura.”

Pois é, hoje em dia é difícil permanecer em redes sociais, seja ela qual for. A cada dia que passa, mais as pessoas se sentem confortáveis em expressar a qualquer custo, suas opiniões.

➭ Leia também, texto “Opiniões…”

Verdade, vivemos em um país livre, com liberdade de expressão e não sou eu quem vai ditar as regras do que você deve ou não, postar em suas redes, muito menos dizer qual postura ou quais formas de etiqueta devem ser adotadas, porém, fica aqui a reflexão.

Militância é uma palavra da moda. Temos vários segmentos, muitas causas nobres até, causas importantes, e temos também aqueles casos que não agregam em nada — pelo contrário, só disseminam ódio gratuito e causam dissensões! Ofensas gravíssimas e muita desinformação.

Repito, vale a reflexão. De repente, aquilo que você investe tanto o seu fôlego de vida, pode estar gerando mais dor do que cura. É algo que está te deixando mal, e isso é muito ruim!

Cada um tem sua própria realidade, tem sua própria cabeça, e formar opinião é válido, afinal somos seres humanos racionais!

Então se utilize disso, sua racionalidade! É importante debater, dialogar? Conhecer o pensamento alheio? Conhecer a jornada daquela história até aqui para entender melhor o que passamos hoje? Claro! Óbvio que sim!

Mas peço que você saiba se retirar, quando o tópico tem sido mais tóxico do que saudável. Saiba se retirar quando a coisa tem sido mais danosa para o seu coração, do que favorável.

Se essa causa não te faz crescer mais, se seus irmãos estão sofrendo com isso, se o tom tem sido agressivo demais, se tem te feito perder o sono, a postura… Procure uma nova forma de se expressar. Procure aprender, estudar mais sobre o tema, não custa nada!

Lembre-se também, que a mudança de uma pessoa, parte apenas dela. Ninguém consegue mudar ninguém, as ideias não podem ser “enfiadas” na cabeça do outro por mais se que intente fazer isso — apenas não dá! Pessoas mudam de opinião ou de lado, quando elas querem! Pessoas mudam seus “viés”, quando elas mesmas se convencem, e isso pode acontecer? Pode! Como também, pode não acontecer jamais, e em algum momento, você precisará aceitar e precisará ficar bem com isso por mais difícil que seja!

➭ Leia também, texto “Opinião Alheia”

Saia com classe de debates acalorados demais… bah, se eu contasse pra vocês o quanto eu já me estressei na vida por causa dessas coisas, só o Pai. 😂 Como eu já falei aqui pra vocês, nunca fugi de um debate, aliás apesar de tímida, sempre gostei de comentar sobre os meus assuntos favoritos e defendê-los, mas graças a Deus, na maioria dos casos em que as coisas poderiam ter ficado feias, eu soube sair ☺️

Mas é isso gente. Essa frase me inspirou muito, dá pra destrinchar e falar sobre muito mais ainda, mas acredito que já tenha passado a ideia central. ❤️

Se está em suas mãos fazer desse momento que vivemos algo mais leve, apesar de tudo, faça isso possível. ✨

Não se esqueça de orar pela nação, de pedir proteção e sabedoria para lidar com tudo isso.

margarida desenho-Transp