Câmera Fujifilm: Instax Mini 9

Amo colecionar momentos, e como vocês sabem, não há melhor maneira de fazer isso do que eternizá-los em fotos!

Pensando nisso, decidi investir em uma câmera fotográfica instantânea, sim, aquelas que nos dão na hora, as fotos reveladas chamadas de Polaroid, sensação dos anos 50.

Processed with VSCO with c3 preset
Tirei essa foto momentos antes de abrir! O pack de filmes instantâneos é de 20: 10 em cada!

Em 2017, elas vieram com tudo, repaginadas, coloridas e ditando tendências! A minha é chamada de “branco gelo”, mas a Instax Mini 9, vem em diversas cores como rosa, azul, verde, branco, e muitas outras cores em edições anteriores.

instax-mini-9-fujifilm
Cores e modelos da Instax Mini 9: disponíveis em lojas online e físicas do Brasil. Foto: reprodução do site

A Mini 9, traz um espelho de selfie — o qual testei e realmente funciona — para enquadramento, além de uma lente de aumento para fotos em distância (de aproximadamente 35cm) com mais detalhes.

Processed with VSCO with c3 preset

Outro detalhe maravilhoso, é que a câmera vem com “regulagem de luz”. O que isso significa? Como vocês podem ver, acima da lente, temos alguns indicadores da luz do ambiente para que a foto saia do jeitinho que imaginamos. Funciona como um sensor, o LED vai indicar no mostrador, qual devemos selecionar e pronto!

São cinco tipos: luz interna, nublado, iluminado, ensolarado ou Hi-Key, para locais mais escuros.

É só enquadrar, mirar e disparar.

como-ligar
Como ligar. Fotos do site fujifilm.com

 

sensor-de-luz
Sensor de luz — fujifilm.com

As fotos saem no topo da Instax Mini 9. O manuseio do filme precisa ser com todo cuidado, e uma vez colocado o pack na máquina, não pode mais abrir o compartimento senão puft perdemos tuuuuudo…

saída-de-foto
Saída da foto. —fujifilm.com

É super fácil de usar! O design dela é super divertido, com um acabamento cheio de charme. Ao mesmo tempo que é retrô, se mostra uma câmera resistente e fofa. A câmera precisa de duas pilhas alcalinas AA de 1.5 V, o legal é que a Fujifilm já disponibiliza as pilhas na compra da sua máquina, e eles informam que o tempo de duração é suficiente para cerca de 100 disparos.

Processed with VSCO with c3 preset
Muitos registros lindos! Tenho o plano de montar um mural de fotos no meu quatro em breve!

Recebemos junto com ela também um manual com todo passo-a-passo, e uma “cordinha” de fácil instalação para podermos carregar nossa Instax por aí nas nossas aventuras! Flash poderoso, leve, prática (não é nada complicado transportá-la, ligar, desligar, tirar fotos, muito menos dar energia) fotos com quase o tamanho de um cartão de crédito, e muitas histórias para serem lembradas depois, valeu mesmo a pena ter investido R$ 399,00 na Mini 9, + R$ 79,90 no pack com 20 fotos, 10 disparos cada.

A sensação que a foto aparecendo aos poucos, proporciona, é muito boa! Surpresa!!!

Espero que vocês tenham gostado da recomendação! Fiquem de olho no meu Instagram, que por lá gosto de mostrar também tudo o que tenho registrado com a minha Fujifilm Instax Mini 9! Não se esqueçam de deixar perguntas, sugestões, enfim, tudo o que acharam sobre a postagem nos comentários, e compartilhem com quem você ama ❤

Até a próxima!

margarida desenho-Transp

Anúncios

O Convite

Deus me fez um convite: Ele me fez pensar sobre o Amor.

… nesse exato momento, Deus me chamou para conversar. Era claramente Sua voz, falando de maneira tenra, porém forte, me abrindo os olhos.

Por mais que aquela realidade doesse, percebi que daquele momento em diante eu estaria livre. Outro dia estava refletindo na natureza benigna de Deus, e na natureza falha do ser humano.

Hoje, enfatizo, a natureza enganosa e desesperadamente corrupta do coração. Ele quer nos levar para cada furada né? Felizes são aqueles que conseguem pular fora desse barco!

Deus é a minha salvação. Meu colete salva-vidas. Não vou mentir dizendo que foi indolor. Que foi prático.

Quando a venda cai, não podemos permitir que ela seja colocada de volta. Não podemos fingir que nada aconteceu. Não podemos ficar sem tratar.

Os olhos quando entram em contato com a luz depois de muito tempo no escuro, tem uma reação impactante, porém imediata. Essa experiência é como olhar diretamente para o sol… não sei se consigo explicar, mas a verdade é que o “depois”, quem decide é você.

Jeremias 17:9

margarida desenho-Transp

Redirecione o Foco

Descontentamento gera falta de motivação, por isso, é importante saber redirecionar o foco, principalmente quando as coisas parecem caminhar para esse lado.

Procure sempre ver o “fator bom”, inclusive em si mesmo, naquelas atitudes que nem todos conseguem compreender.

É sábio ser paciente. É importante ser resiliente, isso te dá resistência. É sábio conseguir filtrar o que falam sobre a sua personalidade, é sábio traçar seus pontos fortes, saber o que realmente pode ser uma fraqueza sua e aperfeiçoar.

Não desanime. Deus disse tantas vezes “não temas”, “sê forte e corajoso”, “Eu sou contigo”, primeiro porque Ele sabia que enfrentar esse mundo e suas circunstâncias não seria nada fácil, e segundo, porque Ele sabe que podemos! Deus acredita em você! Ele te anima, te levanta, te socorre, exorta, e te encaminha.

Você pode! ❤️

margarida desenho-Transp

Uma Nova Vida

Processed with VSCO with c1 preset

Porque muitas pessoas acabam o ano pior do que começaram, apesar de no início do mesmo ano terem estabelecido metas e objetivos?

2019 é um ano novo, novas oportunidades para começar de novo e ser melhor do que antes. E já que falamos sobre novos começos, eu estava lendo Gênesis, onde a história da vida começou. E percebi que os primeiros 6 dias da criação de tudo o que existe, Deus falou. Deus falou e sua voz criou tudo o que existe.

Acredito firmemente que Deus fala no presente e, quando fala, coisas novas são criadas, construídas e emergem na vida. Ele dá amor onde havia ódio, traz esperança onde havia angústia, traz clareza onde havia confusão.

Então, se Deus quer criar algo novo em nós e do jeito que ele fala, por que continuamos silenciando sua voz? Por que eu continuo adiando a aproximação dele? Não há dúvida de que nossas vidas parecem estar mortas, sem motivação, sem sonhos que nos desafiam a ir mais longe. Não há dúvida do porquê não somos transformados e porquê muitos terminam o ano iguais ou piores do que começaram. Por que nós silenciamos ou ignoramos a voz do criador? Do Ser que quer criar um universo completo e novo de amor, felicidade e vida dentro de você.

O Ser que quer colocar novos sonhos, aspirações e objetivos em sua vida. Tenho certeza de que sua vida exterior nunca mudará se seu interior estiver tão destruído quanto ontem. Podemos “inventar um exterior” e dizer ao mundo com nossas fotos e vídeos que estamos vivendo “a vida”, mas o que realmente está nos matando está dentro de nós. E nós sabemos disso.

Deixe que Deus crie e construa nosso interior diariamente com Sua voz, para que amanhã possamos refletir um exterior maravilhoso.

Somos como a Terra no começo, estamos escuros e vazios, mas tenho certeza de que apenas uma palavra de Deus é suficiente para criar vida e trazer luz para nós.

Meu objetivo para este 2019 é ouvir a voz de Deus mais do que nunca, porque eu preciso que Ele crie vida em mim.

O texto acima foi extraído de uma publicação no Instagram. Sim, uma legenda, exprimindo um pensamento tão profundo sobre as Escrituras. Sobre o poder da Palavra, a ação do Verbo. A transformação da vida.

Quero iniciar o mês, e mais essa nova fase da minha vida, com essa mentalidade: deixar que Deus crie em mim uma nova vida, através de Sua palavra ❤

Obrigada L U D Y N J U Á R E Z por ter compartilhado essa meditação.

Fevereiro seu lindo, pode entrar! Que seja um mês de grandes realizações em nossas vidas.

Um grande beijo.

margarida desenho-Transp

The Taste

“Though evil is sweet in his mouth and he hides it under his tongue, though he cannot bear to let it go and lets it linger in his mouth, yet his food will turn sour in his stomach; it will become the venom of serpents within him.” — Job 20:12, 13 and 14

First post of 2019, and in it, an important message.

For many, impunity “rolls loose,” and justice seems to be delayed. For many, the wicked are those who get along, and the more they commit evil, the more they are enjoying life. Many think that by hiding from human eyes, they are free from accountability.

But I have become aware that I am not alone! Wherever I go, no matter where I am, there are two spiritual forces looking at me. And in this scenario, there is yet another factor that can draw me to one side, and move away from another: my flesh, which shelters my human nature and my will.

And in what context does it all come in?

blog-senhorita-deise-the-taste

Let’s take a simple and straightforward example: the moment an individual steals, he feels “powerful.” He has in his hands a large amount of money that gives him possibilities to acquire what he could not buy before.

He makes the first acquisition. He flaunts. But the first time, despite bringing him satisfaction, is not enough and he repeats the act. At first it pays off, after all, he was not discovered, and it brought pleasure, like when we have a meal.

Imagine this sensation is similar to eating a beautiful, hearty plate of food. The taste is incomparable, delicious, sweet as honey. But then, over time, comes the heartburn, or worse: a major food poisoning that causes devastating problems, leaving the whole body prostrated, losing energy, vitamins, compromising health, and bringing risks.

The taste in the mouth becomes extremely bitter – and this is the point at which the individual mentioned in the situation illustrated above is discovered, and all that “he has” is taken away from him. Here comes the shame, the consequences, the weight, the gall.

Illusions built upon illusions. A large sand castle that melts with the least contact of water. Nothing over nothing, and it only brings pain and emptiness. This is the effect of sin: at first, it brings satisfaction. Evil does not show itself as it really is. It shows up like something attractive, flashy, like a great treat.

(…) yet his food will turn sour in his stomach – and, that’s the key phrase of the verse. Maybe, you know someone who does something wrong, who apparently lives a good phase. But please know that all of this, sooner or later, will bring sad consequences. Perhaps this person is you, feeling invincible, thinking that you are on another level, that you will never be discovered, that “it’s nothing”. You, who still do not know how to overcome your own weaknesses, know that your soul is disputed every day. Know that sinning constantly without repentance separates you from God and in my opinion that is the worst of all.

Staying with a sore, heavy conscience is not worth it. Another trap that comes with this is the accusations, which make you feel unworthy of forgiveness and a vicious cycle that this mistake can bring.

So, my friends, when evil offers you a banquet, refuse it immediately.

I assure you that “the taste of the food” that God gives you is worth more. You’d better wait on Him, than despair and “get your feet in your hands.” There are sensations that are fleeting, like taste in the mouth. Mom always says that after we feel the taste in our tongues… it’s gone. So it is better to eat something healthy that will bring benefits later, than an apparent good taste, which will do extremely badly afterwards.

I hope I have succeeded in putting this reflection here. For this year, I intend to be with my communion with God, always on high and always remember that to build with Him is always better than giving in to the temptations that seem good choices, but that only bring pain and become torment.

My dear readers, may we in 2019, know how to make the best choices for our SOULS!

Happy New Year!

@blogsenhoritadeise ♡ @blogsrtadeise ♡ @senhoritadeise

13529233_995550140561227_8832940018143587676_n

O Sabor

“Ainda que o mal lhe seja doce na boca, e ele o esconda debaixo da sua língua, e o guarde, e não o deixe, antes o retenha no seu paladar, contudo a sua comida se mudará nas suas entranhas; fel de áspides será interiormente.” — Jó 20:12, 13 e 14.

Primeiro texto de 2019, e nele, uma mensagem importante.

Para muitos, a impunidade “rola solta”, e a justiça parece ser demorada. Para muitos, os ímpios são aqueles que se dão bem, e quanto mais mal cometem, mais estão aproveitando a vida. Muitos pensam que ao se esconder dos olhos humanos, estão livres de apontamentos e prestação de contas.

Mas faz tempo que eu tomei a consciência de que não estou só! Onde vou, não importa onde eu esteja, existem duas forças espirituais olhando para mim. E, nesse cenário, ainda há mais um fator que pode me aproximar de um lado, e me afastar de outro: a minha carne, que abriga a minha natureza humana e todas as minhas vontades.

E, em que contexto entra tudo isso?

blog-senhorita-deise-o-sabor

Vamos dar um exemplo simples e direto: no momento em que um indivíduo rouba, ele se sente “poderoso”. Tem em suas mãos, uma grande quantia de dinheiro que dá possibilidades de adquirir aquilo que antes ele não poderia comprar de jeito nenhum.

Ele faz a primeira aquisição. Ostenta. Mas a primeira vez, apesar de lhe trazer satisfação, não é suficiente e, advinha, ele repete o ato. A princípio, compensa, afinal, ele não foi descoberto, e isso trouxe prazer, como quando fazemos uma refeição.

Imagine que sensação é similar a de comer um belo e farto prato de comida. O sabor na hora é incomparável, uma delícia, doce como mel. Mas depois, com o passar do tempo, vem aquela azia, ou pior ainda: uma grande intoxicação alimentar que acarreta problemas devastadores no organismo deixando todo o corpo prostrado, perdendo energia, vitaminas, comprometendo a saúde, trazendo riscos.

O sabor na boca fica extremamente amargo — e, esse é o ponto em que o indivíduo mencionado na situação ilustrada acima, é descoberto, e tudo que “ele conseguiu” lhe é tirado. Aí vem a vergonha, as consequências, o peso, o fel.

Ilusões construídas em cima de ilusões. Um grande castelo de areia que se desfaz com o mínimo contato de água. Nada sobre nada, e isso tudo só traz dor. Esse é o efeito do pecado: no início, ele traz satisfação. O mal não se mostra como ele realmente é. Ele se faz atrativo, chamativo, como uma grande guloseima.

(…) a sua comida se mudará nas entranhas — e, essa é a frase chave do versículo. De repente, você sabe de alguém que faz algo errado, e que aparentemente vive uma boa fase. Mas saiba, que tudo isso, cedo ou tarde, trará consequências tristes. Talvez, essa pessoa seja você, se sentindo invencível, achando que está em um outro patamar, que nunca será descoberto, que isso não tem nada demais. Você, que ainda não sabe como vencer suas próprias fraquezas.

Saiba que a sua alma é disputada todos os dias. Saiba que, pecar constantemente sem se arrepender, te separa de Deus e, na minha opinião isso é o pior de tudo. Ficar com a consciência manchada, pesada não vale a pena. Outra armadilha que vem com isso, são as acusações, que te fazem sentir que não é digno de perdão e todo ciclo vicioso que esse erro pode trazer.

Então, meus amigos, quando o mal te oferecer um banquete, recuse. 

Garanto que mais vale o sabor do alimento que Deus te dá. Mais vale você esperar nEle, do que se desesperar e “meter os pés pelas mãos”. Existem sensações que são passageiras, como o gosto na boca. Mamãe sempre diz que depois que passa da língua… já era. Por isso mais vale ingerir algo saudável que trará benefícios posteriormente, do que um gostinho aparentemente bom, que fará extremamente mal depois.

Espero ter conseguido fazer valer a reflexão. Para este ano, pretendo estar com a minha comunhão com Deus, sempre em alta e lembrar que construir com Ele é sempre melhor do que ceder às tentações que na hora, parecem boas opções, mas que depois só trazem dores e se transformam em tormento.

Meus queridos leitores, que em 2019, saibamos fazer as melhores escolhas para as nossas ALMAS!

Feliz 2019!

@blogsenhoritadeise ♡ @blogsrtadeise ♡ @senhoritadeise

13529233_995550140561227_8832940018143587676_n