Cura ou Doença?

“… certos tipos de militância adoecem. Geram mais feridas do que cura.”

Pois é, hoje em dia é difícil permanecer em redes sociais, seja ela qual for. A cada dia que passa, mais as pessoas se sentem confortáveis em expressar a qualquer custo, suas opiniões.

➭ Leia também, texto “Opiniões…”

Verdade, vivemos em um país livre, com liberdade de expressão e não sou eu quem vai ditar as regras do que você deve ou não, postar em suas redes, muito menos dizer qual postura ou quais formas de etiqueta devem ser adotadas, porém, fica aqui a reflexão.

Militância é uma palavra da moda. Temos vários segmentos, muitas causas nobres até, causas importantes, e temos também aqueles casos que não agregam em nada — pelo contrário, só disseminam ódio gratuito e causam dissensões! Ofensas gravíssimas e muita desinformação.

Repito, vale a reflexão. De repente, aquilo que você investe tanto o seu fôlego de vida, pode estar gerando mais dor do que cura. É algo que está te deixando mal, e isso é muito ruim!

Cada um tem sua própria realidade, tem sua própria cabeça, e formar opinião é válido, afinal somos seres humanos racionais!

Então se utilize disso, sua racionalidade! É importante debater, dialogar? Conhecer o pensamento alheio? Conhecer a jornada daquela história até aqui para entender melhor o que passamos hoje? Claro! Óbvio que sim!

Mas peço que você saiba se retirar, quando o tópico tem sido mais tóxico do que saudável. Saiba se retirar quando a coisa tem sido mais danosa para o seu coração, do que favorável.

Se essa causa não te faz crescer mais, se seus irmãos estão sofrendo com isso, se o tom tem sido agressivo demais, se tem te feito perder o sono, a postura… Procure uma nova forma de se expressar. Procure aprender, estudar mais sobre o tema, não custa nada!

Lembre-se também, que a mudança de uma pessoa, parte apenas dela. Ninguém consegue mudar ninguém, as ideias não podem ser “enfiadas” na cabeça do outro por mais se que intente fazer isso — apenas não dá! Pessoas mudam de opinião ou de lado, quando elas querem! Pessoas mudam seus “viés”, quando elas mesmas se convencem, e isso pode acontecer? Pode! Como também, pode não acontecer jamais, e em algum momento, você precisará aceitar e precisará ficar bem com isso por mais difícil que seja!

➭ Leia também, texto “Opinião Alheia”

Saia com classe de debates acalorados demais… bah, se eu contasse pra vocês o quanto eu já me estressei na vida por causa dessas coisas, só o Pai. 😂 Como eu já falei aqui pra vocês, nunca fugi de um debate, aliás apesar de tímida, sempre gostei de comentar sobre os meus assuntos favoritos e defendê-los, mas graças a Deus, na maioria dos casos em que as coisas poderiam ter ficado feias, eu soube sair ☺️

Mas é isso gente. Essa frase me inspirou muito, dá pra destrinchar e falar sobre muito mais ainda, mas acredito que já tenha passado a ideia central. ❤️

Se está em suas mãos fazer desse momento que vivemos algo mais leve, apesar de tudo, faça isso possível. ✨

Não se esqueça de orar pela nação, de pedir proteção e sabedoria para lidar com tudo isso.

margarida desenho-Transp

Álbum: “After Laughter” Paramore

blog-senhorita-deise-paramore-after-laughter
Capa oficial. Imagem retirada do site billboard.com

Maio de 2017, estava eu no Instagram, conferindo os stories das pessoas que eu sigo, quando chegou a vez da Bruna Vieira. Ela estava escutando as músicas do After Laughter quinto álbum de estúdio da banda de rock americana Paramore, dizendo o quanto ela amou – e, eu rapidamente me interessei, fui ao Spotify e eis me aqui para contar o resultado dessa sessão musical, seis meses depois.

Isso mesmo, venho fazer uma resenha desse álbum, seis meses após o lançamento. Mas por que? Eu estava fazendo a minha lista de melhores do ano no cenário musical, e advinha só… “After Laughter” está no meu top 5!

“After Laughter” é diferente do que a banda já havia nos apresentado. Composições profundas que abordam temas importantes, acompanhadas de melodias cativantes, melodias que emocionam, que agitam. Sim, eles foram para o lado mais pop sintético que conheciam, mas que não tirou a personalidade do trio, que agora conta com a volta do integrante, Zac Ferro, que deixou a banda em 2010 – a formação do Paramore sofreu várias mudanças ao longo dos anos, mas eles decidiram seguir em frente apesar de tudo.

Quero fazer uma menção especial aos vocais da Hayley Williams – ela canta com toda força e emoção necessárias, para falar de assuntos tão presentes na vida de qualquer ser humano. Amo a doçura que ela expressa em cada nota, amo o jeito dela cantar, e acredito que esse álbum demonstra o crescimento dela como letrista, e dos demais integrantes como arranjadores e produtores musicais.

AL tem seus momentos vibrantes, que abraçam a nostalgia, que mostram a sonoridade típica dos anos 80 – falando nisso, vale a pena ver os clipes que são super coloridos e cheios de elementos da época!

O novo trabalho foi bem recebido pelos críticos, e muitos deles mencionaram o contraste das letras com a melodia em certas canções: “eles deixaram de vez para trás o punk e emo.” Quem for ouvir esse álbum, pode esperar letras bem sérias, provenientes de experiências pessoais, mas com muita fluidez, dinamismo e encantamento por parte das melodias 🙂 sim, essa foi a parte que mais chamou a minha atenção!

Agora, quero mostrar a vocês as minhas favoritas:

26

Esta música é sobre não perder a esperança ser um sonhador. É o oposto de uma prévia canção deles, muito conhecida do público: “Brick by Boring Brick”, do álbum Brand New Eyes (2009), onde Williams criticou os sonhadores sem fundamento na realidade. À medida que o tempo foi passando, ela hoje reconhece que se tornou aquela pessoa sonhadora previamente criticada, e que vale a pena se agarrar a esperança e não soltar por ninguém.

Hayley explicou também, que essa música idealiza uma conversa com uma versão mais nova dela mesma. Afirmou que ela sente que “26” é a mais transparente do álbum; a única música que suas emoções não são cobertas por um ritmo mais dançante.

Hold onto hope if you got it
Don’t let it go for nobody
And they say that dreaming is free
But I wouldn’t care what it cost me

Forgiveness

O destaque dessa canção é a sinceridade dela em meio a uma melodia tão “pra cima”. Com certeza “Forgiveness” descreve uma situação vivida em um relacionamento que infelizmente não prosperou. Algumas pessoas, inclusive, especulam que essa letra seja dedicada a ex-membros da banda que saíram bem longe dos “bons termos” entre amigos…

“Don’t you go and get it twisted
Forgiving is not forgetting”

Pool

A imagem central da música é de mergulhar em uma piscina. Hayley usa a água como uma metáfora: o amor que ela sente por seu relacionamento já terminado. O lado obscuro desse sentimento que ainda está aí e que ameaça afogá-la, o peso das incertezas… Gosto muito de toda estrutura da música.

Dive back into
Right back into
Dive right back into you
Now I know you

Tracklist:

1. Hard Times
2. Rose-Colored Boy
3. Told You So
4. Forgiveness
5. Fake Happy
6. 26
7. Pool
8. Grudges
9. Caught in the Middle
10. Idle Worship
11. No Friend
12. Tell Me How

Espero que vocês tenham gostado! Com certeza vale o play! “After Laughter” está disponível em todas as plataformas digitais, e também em mídia física. E aí, o que vocês acharam do álbum? Quais são suas favoritas? Enfim, me contem a opinião de vocês, e se possível, façam uma avaliação dessa e de outras resenhas musicais aqui do Blog Senhorita Deise! Deem sua sugestão, o que precisa melhorar? O que vocês gostam ou não gostam nas resenhas críticas?

Conto com vocês, até a próxima!

6053b61a345645df58ac47a5db1dc64b

Valores

Processed with VSCO with n1 preset
Foto tirada por mim @senhoritadeise

Nos últimos meses, mais do que em qualquer outra época da minha vida, eu percebi o quanto a nossa percepção sobre o nosso próximo pode estar errada.

Existem tantas pessoas querendo “trocar de vida” com alguém, só porque aos olhos dela, a vida do vizinho é perfeita, ou simplesmente, “melhor do que a dela.”

Deixa eu te dizer algo: você não sabe nada. Essa pessoa pode estar vivendo uma farsa. É duro dizer isso, eu sei, mas é a realidade — intencionalmente ou não, muitos escondem quem realmente são, o que realmente sentem. Muitos reprimem dentro de si, um passado triste, uma experiência amarga, um vazio inexplicável. Elas estão sofrendo, e pensam que não podem mudar isso, ou não têm forças para mudar.

Não se deixe enganar pelas aparências. De repente, essa pessoa que você coloca em um pedestal, está abafando um grito de socorro, que cedo ou tarde, se converterá em perdas, uma atitude desesperada, em uma decepção para você e para quem mais a via como exemplo, de alguma forma ela se tornará motivo para escândalo. Um motivo para que a julguem. “Eu nunca faria isso se fosse ela”, “Nunca colocaria tudo a perder”, “Fulano nunca deu valor ao que tinha”, “Ele não se importava”, “Era um hipócrita”.

Ninguém é feliz fingindo. Ninguém consegue sustentar uma mentira sobre si por tanto tempo.

Apenas saiba que o seu valor não está na quantidade de responsabilidades que você tem. O seu valor não está na quantidade de amigos e saídas sociais, muito menos em diplomas, viagens, realizações de sonhos, dinheiro, status ou fama.

Infelizmente, pessoas que não estão mais entre nós, tinham tudo isso, mas ainda assim não foi suficiente, porque realmente não é, nada garante a sua felicidade, as expectativas terrenas não suprem a necessidade da sua alma. Essa lacuna não vai se preencher com essas coisas.

Não há nada de errado em querer uma vida de qualidade, ou em correr atrás de objetivos. Não há nada de errado em admirar alguém. Mas é errado viver se comparando com essa pessoa, em se entristecer quando você pensa que ela tem tudo e você não. É errado sentir inveja. É errado medir ou questionar o seu próprio valor por isso. É errado você achar que aquela pessoa é perfeita e não sofre. É errado condená-la quando ela erra. É errado não ajudá-la quando você percebe que existe “um grito abafado”. É errado se vangloriar com a queda alheia. É errado.

O seu valor está em Jesus. O seu valor está em saber o que Ele fez por você. Saber que Ele te valoriza desde o seu primeiro segundo de vida. Saber que Ele te amou, te ama e te amará por cada dia da sua vida. Por que brigar por atenção quando você tem a dEle as 24 horas do dia, sete dias por semana, em 365 dias do ano?

Por que pensar que alguém é melhor do que você, ou que você é a mais infeliz do universo, por não ter ainda condições de ter ido a algum lugar, ou por não ser como fulano? Por que querer trocar de vida com um outro ser humano apenas pelo que se vê nas redes sociais? Seus olhos podem estar te enganando. Os “filtros” podem estar bloqueando uma realidade maior.

Nada contra quem só expressa coisas bonitas nas redes sociais, frases motivacionais, ou sei lá, uma vida regalada. Nada contra. O objetivo desse post, é te fazer enxergar o importante: aqui na Terra, a felicidade não é um destino, mas a caminhada que trilhamos. É estar com Jesus, saber que a vida vale a pena, porque Ele nos ama, cuida de nós, Ele nos quer apesar de quem somos, e Ele pode sim, nos ajudar a realizar objetivos, alcançar sonhos que estiverem de acordo com a vontade dEle.

A ficha nunca havia caído com tanta força pra mim. Talvez eu nunca entenda o momento em que eu recebi aquela notícia tão triste e que ainda mexe comigo. Em meio às lágrimas, eu só pude pensar nisso, “ele tinha”, “ele tinha”, “ele tinha”, mas sabe, ele não era. Não era feliz. Não via um futuro. Pensava que aquela dor era permanente. Se deixou levar pelo desespero. Dor que considerava ser insuportável. Trocou “tudo que tinha”, por segundos, por uma decisão mal tomada.

Essas pessoas podem ter, mas não são. Pense nisso!

Eu quero ser luz para ajudar a liberar esse grito, e trocar por um cântico novo. E só Jesus pode me ajudar nessa missão. Só Ele poderia despertar esse amor em mim.

Ele te ama. Valorize-se. Ajude quem precisa.

Você já perguntou como está sendo o dia de alguém?

margarida desenho-Transp

Deixa Deus falar

blog-senhorita-deise-deixa-Deus-falar

É perigoso ficar apegado ao que os homens pensam, ficar apegado ao que os seres humanos acham, não olhe apenas para as pessoas, porque todos nós estamos sujeitos ao erro.

Pois é, temos tantas perguntas em nossas cabeças né? A vida passa, e o que mais aparecem, são questões sobre o que devemos fazer com nossas vidas, qual caminho devemos trilhar, o que devemos usar ou não – em resumo, o que seria o certo, ou o errado. E, o que eu quero dizer hoje é simples…

Deixe Deus falar

Deus ama se relacionar com a gente, sim, esse foi o propósito para qual nós fomos criados. Descubra quem Ele é, busque conhecê-Lo! Seja amigo de Deus. Para conseguir isso, você precisa exercer esse diálogo através da oração e da leitura fiel da Bíblia (acredite, lá você encontrará todas as respostas que necessita). Fazendo assim, você ouvirá a voz de Deus com clareza, e quanto mais você pratica, mais intenso fica, você ganha livre acesso ao Pai.

Jesus está aí

Ele está bem do seu lado. Confie, Ele é a ponte que te dá a comunicação com Deus através da fé sobrenatural. Recorra a Ele. Peça revelação de Quem Ele é. Ele é real, Ele te quer. Busque conhecimento, sabedoria nEle. Pergunte o que Ele acha, o que Ele pensa sobre determinado assunto, o que seria melhor para você, e creia que a resposta chegará.

A verdade mesmo, é que nada acontece se você não desejar, se o primeiro passo não for o seu. Ninguém possui o poder de transformar a mente ou opinião dos demais… apenas Jesus aliado a vontade da própria pessoa.

Dê valor ao seu propósito de vida e veja o que acontece:

Aprofunde-se na Palavra de Deus, e deixe-O falar! Dia após dia, o processo vai te moldando, e você se torna apto, torna-se o próximo a ajudar outras pessoas, você ganha uma missão.

Espero que eu tenha conseguido expressar bem a experiência que eu mesma tenho vivido! Conta pra mim, qual tem sido a sua experiência com Deus? Você crê nEle? O que achou do que foi dito aqui? Você costuma orar? Enfim, deixe sua opinião, o que você acha, o que você pensa… será um prazer conhecer você melhor!

Depender de Deus vale a pena, eu garanto!

Leia também ✗ Lembre-se ✗ Liberta-me de Mim ✗ Me Leva Pra Casa ✗ O Importante é ser VOCÊ! ✗ Olhar Além

margarida desenho-Transp

Don’t Allow It

blog-senhorita-deise-don't-allow-it

What are certain types of emotions?

Evil always strikes at your emotions, you are always bombarded in this area. Evil attacks your heart, attacks your mind so you won’t accept what comes from God. Prevents what you can be, deceives you, makes you forget what God really thinks about you. Do not allow it.

Know that God is present, believe, this it is not a matter of feeling, it is not a matter of merit, but this is about knowing. Knowing that God wants your faith, nothing more, nothing less.

Learn: God exists. God exists and He is greater than all. I do not deny my reality, but there is a greater reality. God lives and that is enough, do not let yourself be overwhelmed by feelings (that will come, and there is no way to stop them).

But be the living word, do not let God stop the work that He began in you. Eternal truth guides you.

Emotions are not eternal, do not let yourself be guided by what is not eternal.

Wrong type of emotions stagnate, emotions are inconstant, it change all the time, please don’t depend on it. Let God operate in you, and you’ll see the difference.

This post is based on Luca Martini’s video.

margarida desenho-Transp

O Importante é ser VOCÊ!

blog-senhorita-deise-o-importante-é-ser-você

Eu creio que todas as pessoas neste mundo, foram criadas para fazer a diferença. Cada uma com o seu jeito único, com a sua personalidade, vocação e sua intensidade. Mas, infelizmente, muita gente tem se conformado em ser apenas uma mera cópia.

Não seja um clone

Entenda, não há nada de errado em ter uma fonte inspiradora, eu tenho as minhas, mas eu não sou seguidora de pessoas, modismos ou de ideais duvidosos – até porque, se alguém te oferece alguma ideia, vale a pena você parar para raciocinar se está certa ou errada né?

Acho que tudo isso faz parte de quando você mesmo, percebe o seu próprio valor, que não deve ser baseado no que as outras pessoas pensam, falam ou simplesmente como elas te tratam.

Quando você sai por aí tentando ser outra pessoa, isso não só te rebaixa, mas isso também rouba a sua singularidade.

Eu não quero ser “apenas um peixinho nesse mar”. Tudo o que eu fizer, eu quero fazer com qualidade, imprimindo o meu talento. Eu não quero fazer o “mais do mesmo”, nem quero sair por aí copiando pessoas, sendo mais uma na multidão.

Não abra mão do seu valor

Deus te valoriza. Ele nunca irá te diminuir, nem te comparar aos demais, porque você é único. Não fique triste, nem queira se encaixar na imagem, ou padrão que os outros têm de você. Não seja mais um peixinho nesse mar, não despreze a sua singularidade.

Use o seu melhor ao seu favor, procure se destacar pelos motivos certos, pelos motivos que valem a pena. Conta pra mim, o você o que vai fazer para iniciar essa nova etapa?

Espero que vocês tenham gostado. Aqui, você é totalmente livre para expressar a sua opinião! Deixe a sua mensagem, dúvida, crítica ou sugestão. Será um prazer te responder.

Um forte abraço!

margarida desenho-Transp